Marcelo confirma para polícia ter assassinado Sandy com golpes de faca; Polícia desconfia que estudante foi confundida

 Delegado confirmou que suspeito tem participação no crime

 Marcelo Soares  de Moraes Silva de 30 anos está preso na Delegacia Seccional de Limeira, acusado de assassinar a estudante da Unicamp, Sandy Andrade dos Santos de 21 anos. Marcelo, foi interrogado a noite toda desta segunda-feira (03) na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), de Limeira, confirmando ter assassinado a moça.

 A Polícia ainda segue com diversas linhas de investigações e afirmou que não descarta que a universitária pode ter sido morta, confundida com outra pessoa. No carro, um Fiesta prata, usado para levar Sandy quando ela saia da academia na última sexta-feira (31), marcas de sangue na direção e no capô no veículo foram identificadas. Segundo o Dr. Wilian, delegado que investiga o caso, ela levou uma facada em cima do capô do veículo, devido as marcas de sangue no carro.

 Marcelo ainda afirmou para a polícia que deu uma facada assim que chegou no local do crime, e quando ela teria saído correndo, ele teria seguido ela e desferido mais golpes contra a moça. A meia, que foi encontrada enrolada em seu pescoço, foi colocado pela própria vítima, com intensão de estancar o sangue.

 O caso ainda está sendo investigado com outras linhas de investigações, Marcelo Soares Moraes Silva tem passagem pela polícia por estupro e homicídio tentado. O delegado ainda afirmou que duas pessoas foram detidas na noite de ontem (03), suspeitas de terem participação no crime, mas que já foram liberadas após exames. (Cauê Pixitelli)

Comments

comments