Polícia Civil desvenda enorme furto de energia em grandes empresas de Limeira

Suspeito foi preso nesta manhã (17)

 Um homem de 29 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (17), acusado de fazer “gato” em diversas empresas da cidade de Limeira. Segundo O Dr. Tuckumantel, delegado que coordenou a operação, que já estava sendo investigada há cerca de três meses, o homem chegou a fazer pelo menos 40 instalações nos estabelecimentos de Limeira.

 Ele se passava por engenheiro da Elektro, onde cobrava por esse serviço, que para o proprietário do estabelecimento, a conta era reduzida em até 50%. Até agora, três supermercados, duas academias, uma metalúrgica e algumas residências foram constatadas com irregularidades na rede elétrica. O suspeito é morador do bairro Boa Esperança e já está preso pela polícia, ele cobrava cerca de 7 mil reais para cada instalação. Uma academia na avenida Rio Claro foi uma das quais a polícia encontrou irregularidade, outras academias estão sendo investigadas por fraude da rede elétrica. Os proprietários, segundo o delegado, também serão autuados por furto qualificado.

 A operação contou com apoio de delegados de outras cidades e ainda segue com o objetivo de identificar novos pontos que estariam com “gato” na rede elétrica. A concessionária Elektro, afirmou por meio de nota que está prestando todo o apoio à Polícia Civil e que as perdas tornam a conta de luz mais cara para todos os consumidores. A Polícia Civil começou a operação após um Boletim de Ocorrência de ameaça ser registrado por um funcionário da concessionária. Segundo o Dr. Tuckumantel, o suspeito contava com apoio de funcionários de dentro da empresa, que ainda não foram identificados, para violar os lacres nos postes da rede elétrica. Uma das empresas identificadas, pagava cerca de 15 mil reais de energia, passando a pagar quase zero após as instalações clandestinas. (Cauê Pixitelli)

Comments

comments