Por: caue | Publicado em 29 de março de 2018

Compartilhe

 Acusada acabou presa pelos policiais

 Uma mulher de 33 anos acabou presa na manhã desta quinta-feira (29), acusada de emitir atestados e receitas falsas em Limeira. Segundo informações dos investigadores, cinco pessoas já foram identificadas, estas que trabalham em uma loja no shopping e teriam comprado os atestados da acusada.

 Hoje de manhã (29), os policiais prenderam a mulher, momento em que ela trabalhava em uma escola municipal no Bairro Belinha Ometto em Limeira. A mesma teria assumido que vendia os atestados e receitas médicas por R$ 50,00.

 Na casa dela, os policiais do 1° Distrito Policial, encontraram cinco receitas, sendo uma preenchida com remédio controlado e um atestado. Os cinco compradores identificados responderão por uso de documento falso.

 Já a fornecedora dos atestados, deve responder por uso de documento particular e público. Na casa dela, também foi apreendido um carimbo, que ela usava nas receitas. O médico, residente de Rio Claro, trabalha em uma empresa de Limeira, que realiza exames  e descobriu que estava sendo usado seu nome nos atestados, através de uma ligação do responsável pela loja do shopping, já que todos os funcionários, só forneciam atestados do nome do mesmo médico.

 As investigações irão continuar para descobrir possíveis novos compradores dos atestados e das receitas médicas. (Cauê Pixitelli)

 Foto: Divulgação Polícia Civil


Compartilhe

Comentários

comentários