Caixa aprova financiamento da nova represa de Cordeirópolis

  O recurso será fundamental para que o município resolva definitivamente o problema de abastecimento de água

 O sonho da construção da represa Santa Marina está cada vez mais próximo. O grande anúncio para os cordeiropolenses foi feito pelo prefeito, Adinan Ortolan, junto aos representantes da Câmara Municipal na tarde desta quinta-feira (13), assim que a Caixa Econômica Federal aprovou o financiamento de R$ 12,5 milhões para que a nova represa de abastecimento comece a ser construída. O recurso será fundamental para que o município resolva definitivamente o problema de abastecimento de água, que anos atrás, levou a cidade a um longo período de racionamento.

 Contente com a notícia, Adinan Ortolan, comenta que a partir dessa obra a cidade terá condições para crescer, se desenvolver, promovendo a vinda de novas empresas e, consequentemente, gerar mais empregos e mais qualidade de vida à população, sem passar novamente pelo fantasma do racionamento. “Com este recurso realizaremos este sonho. A nova represa será maior que a bacia de Cascalho, com a capacidade de 1 bilhão de litros de água. Ela estará em uma área estratégica, que poderá ser vista por todos que passarem por Cordeirópolis”. O prefeito aproveitou o anúncio da liberação do financiamento para agradecer a todos que têm trabalhado incansavelmente para que este projeto saia definitivamente do papel e se torne uma realidade.

 O secretário de Finanças e Orçamento, Japyr Porto, explica que o recurso veio por meio de um convênio da Caixa Econômica Federal. “Trata-se de um recurso que dificilmente conseguiríamos captá-lo, por meio do governo, ou até mesmo com recursos próprios do município. Portanto, a parceria com a Caixa foi fundamental, pois conseguimos um financiamento em até 10 anos, com dois anos de carência”, relatou.

 Para o secretário de Obras e Planejamento, Osmar Silva, a obra terá uma localização totalmente privilegiada, que fica próxima a duas importantes rodovias que atravessam o município e ressalta sobre os prazos de início e conclusão dos trabalhos. “A represa Santa Marina será construída às margens da Estrada Municipal “Pedro Zaneti”. Diante dos estudos que foram realizados é o local com maior possibilidade de armazenamento de água. As obras devem iniciar após a assinatura do contrato com a Caixa que ocorrerá até novembro, ou seja, às obras poderão iniciar em 2018 e com um prazo aproximado de 24 meses para a conclusão. A partir daí daremos o primeiro passo para o preenchimento deste reservatório”, informou. (Da redação Portal Notícia de Limeira)

Comments

comments