Vereadores juniores terão direito à reeleição em Limeira

  Resolução aprovada permite candidatura para mais um mandato

  Votado em regime de urgência especial, o Projeto de Resolução Nº 52/2018, que permite a reeleição dos vereadores juniores, foi aprovado na sessão dessa quinta-feira, 6 de dezembro. A matéria é de autoria do vereador Toninho Franco (PR), presidente da Comissão organizadora da Câmara de Vereadores Juniores.

  A alteração na legislação vigente estabelece que o mandato dos vereadores juniores será de um ano, admitindo-se a reeleição para mais um mandato. O autor da proposta de mudança, vereador Toninho Franco, justificou que a medida atende a uma demanda dos juniores.

  O pedido de mudança foi defendido por meio da presidente da Câmara de Juniores, Maria Carolina Cardoso Grochoski, durante Tribuna Livre de dez minutos na sessão de 21 de novembro de 2018. “Após a apresentação das justificativas pela presidente na referida Tribuna Livre, o pedido foi apoiado em manifestação livre por diversos vereadores, entre os quais, os atuais líderes de blocos”, descreveu Toninho Franco.

  Segundo o vereador, o juniores tiveram seis sessões durante o mandato. “O que foi debatido entre eles é que esta é uma quantidade pequena. A cada sessão eles têm adquirido gosto pela atuação política e aprendido sobre o papel do Legislativo. Mas, por ser o período curto, não só para o aprendizado, mas para poder apresentar propostas e contribuir com a cidade, eles fizeram este pedido de viabilidade de reeleição”, explicou.

  Toninho Franco também esclareceu que a aprovação não gera direito automático à reeleição, mas à possibilidade de se candidatarem para uma nova eleição. “Agora eles garantem experiência e devem lutar para tentar a reeleição em suas escolas”, disse o presidente da Comissão. Também fazem parte do colegiado da Câmara de Vereadores Juniores: Carolina Pontes (PSDB), Estevão Nogueira (PRB), Helder do Taxi (MDB) e Waguinho de Santa Luzia (PPS).

 O projeto foi aprovado por todos os vereadores presentes. (Da redação portal Notícia de Limeira)

Comments

comments