Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 17 de maio de 2019

Compartilhe

 A reunião foi conduzida pelo major Marcelo de Oliveira, oficial que foi destacado para comandar a reintegração

 O 36º Batalhão da PM de Limeira convocou uma reunião na tarde desta sexta-feira (17) para discutir o processo de reintegração de posse de área do Horto Florestal pertencente ao município e que foi ocupada por pessoas ligadas ao Movimento do Sem-Casa e que ainda permanecem no espaço. A reunião foi conduzida pelo major Marcelo de Oliveira, oficial que foi destacado para comandar a reintegração.

 A ordem para desocupação do local foi dada no último dia 6, pela juíza da Vara da Fazenda Pública de Limeira, Sabrina Martins Soares, atendendo ação do Ministério Público. Parte da área do Horto foi invadida no segundo semestre do ano passado. Famílias do MST já deixaram de forma pacífica um outro ponto invadido.

 Representantes da Prefeitura de Limeira participaram da reunião. O município foi chamado pela PM para ajudar no processo de retirada das famílias. Durante o encontro, o major Oliveira explicou que a PM pretende auxiliar oficiais de Justiça para uma saída pacífica.

 A Prefeitura, por sua vez, dará suporte. A Secretaria de Mobilidade Urbana atuará para organizar o trânsito no local. Quatro das pessoas que se encontram no acampamento e que estavam presentes na reunião garantiram que a saída será voluntária.

 O grupo ainda autorizou técnicos do Ceprosom a realizar um cadastro das pessoas que se encontram no local. Os ocupantes presentes relataram também a que as lideranças do movimento deixaram o local há algum tempo.

 Na próxima sexta-feira (24), haverá uma nova reunião no Batalhão. A PM fixou uma data para cumprimento de ordem judicial. Será em 5 de junho. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários