Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 12 de junho de 2019

Compartilhe

 Deputado tem defendido a revisão de valores pagos pelo Ministério da Saúde aos serviços prestados por estabelecimentos conveniados e filantrópicos que atendem a rede pública

 O deputado federal Miguel Lombardi tem defendido no âmbito do Grupo de Trabalho de Atualização da Tabela SUS a revisão de valores pagos pelo Ministério da Saúde aos serviços prestados por estabelecimentos conveniados e filantrópicos que atendem a rede pública.

 No total são 1.500 procedimentos de saúde que estão defasados há pelos menos 17 anos. “Não existe nenhuma fórmula mágica para resolver este problema. Mas precisamos avançar. Eu defendo, ao menos, uma lista prioritária de atualização dos principais serviços da Tabela SUS”, frisou o deputado Miguel.

 A desatualização da Tabela SUS produz graves e irreparáveis problemas em todo o sistema de saúde. Um dos reflexos dessa defasagem é a fuga de profissionais médicos e técnicos capacitados para a rede particular. Ao passo que a rede pública de saúde sofre com a falta de mão de obra qualificada.

 O deputado Miguel já apresentou uma proposta ao ministro da Saúde, Luiz Mandetta, que informou que a tabela será refeita e modificada em seu conceito. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários