Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 11 de julho de 2019

Compartilhe

 Ruído excessivo produzido por equipamento sonoro e escapamento serão proibidos

 A Câmara Municipal de Limeira aprovou, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (10), o Projeto de Lei Nº 3/2019, de autoria do vereador Zé da Mix (PSD), que dispõe sobre a intensidade máxima permitida na difusão de sons e ruídos por meio de veículos automotores ou de tração animal.

 A proposta altera a Lei 5.515/2015, chamada Lei do Pancadão, proibindo a difusão de sons e ruídos por meio de equipamentos sonoros, instalados ou acoplados, e também produzidos por escapamentos em veículos automotores, com volume e frequência excessivos ou perturbadores do sossego, especialmente em locais de livre acesso, públicos ou privados, como postos de combustíveis e estacionamentos de supermercados.

 Segundo a justificativa do vereador, o som excessivo de carros ou escapamento de motocicletas contribuem para a poluição sonora, que além de incomodar a sociedade também podem afetar a capacidade auditiva dos cidadãos. “Várias pessoas me procuraram porque o barulho excessivo das motos está demais, está prejudicando pessoas de idade e crianças”, disse. “Nosso objetivo é acabar com o escapamento aberto em Limeira, não só de moto, mas também de carro.”

 Sobre a fiscalização, o parlamentar explicou que vai ser do mesmo jeito que é feito atualmente na Lei do Pancadão. “A guarda municipal tem um decibelímetro e faz a medição e, acima de 80 decibéis, a pessoa tem o carro apreendido e recebe uma multa de R$ 1.326 e, na reincidência, é o dobro”, explicou. A matéria segue para apreciação do Executivo, que pode sancionar ou vetar. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários