Por: caue | Publicado em 9 de outubro de 2019

Compartilhe

 Partes foram conduzidas ao plantão policial

 Uma mulher de 42 anos foi contida dentro da Santa Casa de Limeira no final da noite desta terça-feira (08), após se desentender com um segurança do hospital. Segundo informações relatadas no Boletim de Ocorrência, a Guarda Civil Municipal teria sido acionada ao local, após uma desinteligência entre a mulher e segurança.

 Ela teria desobedecido a ordem do profissional e invadido a ala da maternidade para acompanhar sua filha em trabalho de parto, porém a gestante já estaria sendo acompanhada por seu marido e para que a mesma pudesse acompanhar, o marido da gestante teria que deixar o local.

 Ao ser vista pela equipe de segurança, a mulher teria ofendido um segurança de 33 anos e o agredido, causando lesões aparentemente leves na vítima. A mulher foi contida com lençóis pelas enfermeiras do hospital. Ela alegou aos agentes da GCM que foi vítima de assédio por parte do segurança.

 O profissional e uma testemunha, acrescentaram em suas versões, que a mulher estava descontrolada emocionalmente e invadiu o local porque queria ver a sua filha que estava em trabalho de parto, o que não foi possível em razão da organização adotada pelo hospital. Após o registro da ocorrência, as partes foram liberadas. Foi requisitado perícia médica para o segurança e para a mulher não. Ela passou por exame médico no hospital, mas relatou na delegacia que não estava ferida. (Cauê Pixitelli)


Compartilhe

Comentários

comentários