Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 6 de agosto de 2018

Compartilhe

 O secretário Paulo Trigo conversou com os estudantes

 Os dez estagiários que integrarão a equipe da 3ª etapa do censo arbóreo passaram por capacitação teórica na manhã de hoje (6). A iniciativa é realizada pela Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, em parceria com a Faculdade de Tecnologia da Unicamp. O secretário Paulo Trigo conversou com os estudantes e passou informações sobre os benefícios da arborização urbana, além de apresentar a legislação municipal relacionada ao assunto.

 Em seguida, o diretor de Educação Ambiental, Augusto Schiavetto, passou orientações técnicas sobre a utilização do aplicativo utilizado no cadastro de dados. Ele também mostrou os resultados das duas primeiras etapas do censo. O diretor de Licenciamento, Fiscalização e Áreas Verdes, Rogério Mesquita, falou sobre questões relacionadas à fiscalização. Amanhã (7), ele irá ministrar a capacitação prática, em que os estagiários aprenderão como identificar as espécies mais recorrentes em Limeira, bem como os problemas fitossanitários mais comuns.

 CENSO ARBÓREO

 Até agora, o estudo abrangeu 65% da área urbana, principalmente na região central, norte e oeste. Foram mapeadas 42.106 árvores. A terceira etapa terá como foco as regiões leste e sul, começando pelos bairros Boa Vista, Jd. Bandeirantes, Jd. Nereide e Parque Hipólito. Entre as espécies mais encontradas até o momento, estão o Ligustro (Ligustrum lucidum) e a Falsa Murta (Murraya paniculata). Pata de Vaca (Bauhinia variegata) e diferentes tipos de Ipês também aparecem com frequência.

 As informações coletadas no censo serão utilizadas para aperfeiçoar o planejamento da arborização urbana. Está sendo feita a identificação das espécies, porte, condições fitossanitárias das árvores e possíveis conflitos com estruturas urbanas, como calçadas e fiação elétrica. Essas informações são cadastradas em um aplicativo para smartphones, que foi desenvolvido pelo departamento de Educação Ambiental. O software também permite cadastrar cada árvore com suas coordenadas geográficas capturadas por GPS. (Da redação Portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários