Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 31 de agosto de 2018

Compartilhe

 Vereadores questionaram qualidade de manutenção de asfalto após obras

 Representantes da concessionária BRK Ambiental participaram da reunião da Comissão de Controle e Fiscalização dos Atos do Poder Executivo, na manhã desta quinta-feira, 30 de agosto, para tratar dos serviços de manutenção e obra asfáltica após intervenção na rede de água e de esgoto. Participaram da reunião os diretores Rodrigo Leitão (gerente operacional), Alexandre Barradas (coordenador), Mauro Neves (diretor) e Vinicius Pertile (administrador de contratos).

 A reunião foi agendada após os vereadores receberem reclamações da qualidade do asfalto, como afundamento e esfarelamento da massa asfáltica. O tema também foi alvo de questionamentos na Câmara. Por meio de requerimento, o vereador Mir do Lanche (PR), presidente da Comissão, solicitou informações ao Executivo sobre a qualidade e o impacto dos serviços de manutenção e obras da concessionária BRK e sobre a responsabilidade do acompanhamento dos trabalhos realizados pela empresa.

 Segundo os diretores, a empresa reconhece que há problemas no recapeamento e está tomando medidas para solucioná-los. Entre elas, está a elaboração de uma nova licitação e um novo contrato, a partir de outubro, com critérios mais rígidos para cobrar da empresa terceirizada que faz o asfaltamento dos buracos. Além disso, há duas equipes da BRK que fazem a fiscalização da empresa terceirizada. Outra medida é a adoção desses critérios mais rígidos contra a atual empresa terceirizada, mesmo que isto custe mais caro para a BRK.

 De acordo com os representantes, a empresa abre cerca de 700 buracos por mês – e entre 15 a 20 recapeamentos apresentam problemas. Questionados pelo vereador Lemão da Jeová Rafá (PSC) sobre o prazo para terminar o serviço de manutenção asfáltica, os representantes informaram que o reaterro é feito em 12 horas e o asfalto em até sete dias.

 Por fim, os dirigentes informaram que contam com as reclamações e avisos da população, os quais podem ser feitos por meio dos canais 0800, site e redes sociais para saber os locais com problemas e promover a reparação

 A Comissão de Controle e Fiscalização do Executivo é composta pelos vereadores Mir do Lanche, presidente; Constância Felix (PDT), vice-presidente; Lemão da Jeová Rafá (PSC), secretário; Jorge de Freitas (PEN) e Carolina Pontes (PSDB), membros. O vereador Waguinho da Santa Luzia (PPS) também participou da reunião. (Da redação Portal Notícia de Limeira) 


Compartilhe

Comentários

comentários