Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 20 de setembro de 2018

Compartilhe

 Reintegração de posse foi suspensa até o dia 23 de setembro, por ordem judicial

 Em uma reunião sobre o Projeto de Lei Orçamentária Anual, realizada na manhã desta quarta-feira, 19 de setembro, com o prefeito Mário Botion, os vereadores aproveitaram para obter informações sobre a reintegração de posse do Horto Florestal de Limeira, que deveria ter acontecido pela manhã.

 O Horto Florestal foi ocupado pelo Movimento Limeira Sem-Casa (MSC) no feriado do dia 7 de setembro. A ordem de reintegração de posse, conforme notícia veiculada pelo jornal Gazeta de Limeira na sexta-feira (14), foi expedida pelo juiz Rudi Hiroshi Shinenno, no dia 13 de setembro.

 Na sexta-feira (14) e na segunda-feira (17), foram realizadas reuniões entre as forças de segurança, a prefeitura e os advogados que representam o movimento para tratar da reintegração, porém, segundo o prefeito, não houve acordo. A reintegração foi programada para acontecer na manhã de quarta-feira, 19 de setembro.

 Mario explicou que, apesar de a prefeitura já ter preparado todos os recursos para a execução da reintegração, a Secretaria de Habitação do Estado solicitou à justiça um prazo de cinco dias para que as pessoas que fazem parte do MSC se retirem pacificamente, por conta própria, do local. “O juiz expediu mandado dizendo que a reintegração estava suspensa até o dia 23 de setembro para a saída pacífica, caso não ocorra, faremos a reintegração, conforme o planejamento”, informou o prefeito.

 O prefeito também informou que o Centro de Promoção Social Municipal (Ceprosom) não foi autorizado a entrar no acampamento para realizar o cadastramento das famílias e, por esse motivo, não há como precisar a quantidade de pessoas que realizaram a ocupação nem se são pessoas cadastradas nos programas habitacionais do município.

 Participaram da reunião os vereadores Zé da Mix PSD), presidente da Câmara, Clayton Silva (PSC), Mara Isa Mattos Silveira (PSDB), Erika Tank (PR), Lu Bogo (PR), Lemão da Jeová Rafá (PSC), Jorge de Freitas (Patriota), Mir do Lanche (PR), Waguinho da Santa Luzia (PPS), Estevão Nogueira (PRB) e Marco Xavier (PSB) (Da redação Portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários