Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 25 de setembro de 2018

Compartilhe

 Evento promovido pelo vereador Dr. Marcelo Rossi proporcionou reflexão sobre políticas públicas e olhar humanizado para a doença

 O II Seminário de Atenção e Prevenção da Doença de Alzheimer realizado pelo vereador Dr. Marcelo Rossi (PSD) reuniu 330 pessoas no Teatro Nair Bello nessa sexta-feira, 21 de setembro.

 Na abertura da cerimônia, o público se emocionou com a apresentação teatral feita pelos atores Guto Oliveira e Miriam Soares em alusão ao Dia Mundial do Alzheimer. “É disso que precisamos. É urgente a necessidade de sensibilizar a sociedade para a reflexão sobre o envelhecimento, as demências e suas consequências”, destacou Dr. Marcelo, que também é geriatra.

 Alunos e professores do Cotil, Procotil, Faculdade Anhanguera e Unip; profissionais da Unimed Limeira e Cordeirópolis, do Asilo Cantinho do Vovô, Nossa Senhora do Rosário, João Kühl Filho, Ceprosom, da Secretaria da Saúde, do Método Supera (Rio Claro), da Associação dos Trabalhadores Aposentados de Limeira e da Associação Grêmio São Paulo (Agrespa) estiveram presentes. “Em nome dos professores e representantes de instituições de ensino, agradeço aos estudantes pelo interesse nessa causa. Também parabenizo os profissionais da saúde, de assistência social e de outras áreas pela humildade em aprender mais”, enfatizou.

 Durante sua explanação, Dr. Marcelo apresentou os principais aspectos da demência e a necessidade de implantação de políticas públicas previstas na legislação de sua autoria, a Lei 5.833/17. “A Doença de Alzheimer não tem cura, mas pode e deve ser tratada precocemente”. Na sequência, o escritor Fernando Aguzzoli provocou risos e lágrimas da plateia, reações que vão ao encontro da necessidade de encarar com bom humor as dificuldades na rotina dos pacientes, mesmo nos estágios mais críticos e tristes.

 Grupos de Terceira Idade, familiares de pacientes com Alzheimer e cuidadores também puderam se inspirar na experiência de vida do palestrante. Aguzzoli trouxe à tona reflexões sobre a vida, a morte, o passado, o presente, o futuro e outras reviravoltas a partir do diagnóstico do Azheimer de sua avó, quando tinha 16 anos. Exemplares dos seus livros “Quem, eu? – Um neto. Uma avó. Uma lição de vida” e “Vovô é um Super-herói” foram sorteados no evento e ajudarão a multiplicar o conhecimento sobre a Doença de Alzheimer. (Da redação Portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários