Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 22 de fevereiro de 2019

Compartilhe

 Profissionais cobram proporcionalidade de remuneração em relação à jornada de trabalho

 Na reunião dessa quinta-feira, 21 de fevereiro, a Comissão de Saúde, Lazer, Esporte e Turismo recebeu um grupo de enfermeiras que reivindicam adequação salarial. A categoria tem jornada de trabalho de 40 horas, com remuneração média de R$ 4 mil, segundo uma das enfermeiras ouvidas, e defende uma equiparação em relação a outros profissionais, também de nível superior, que atuam na área de saúde.

 As representantes ouvidas pelos vereadores explicaram que a mudança solicitada à Prefeitura aumentaria em R$ 1,5 mil o salário dos enfermeiros. No entanto, o pedido foi negado pelo Executivo por questões orçamentárias. No Legislativo, elas buscam o apoio dos vereadores e a defesa da mudança salarial. A Comissão de Saúde se comprometeu a apreciar a pauta e a promover o diálogo com o Executivo.

 O grupo informou que estará presente na sessão ordinária da próxima segunda-feira, 25 de fevereiro, com o objetivo de utilizar a Tribuna Livre para defender a importância da profissão e explicar como procedimentos realizados pelos enfermeiros são imprescindíveis para o atendimento da população na unidades de saúde.

 Comissão

 Fazem parte do colegiado Dra Mayra Costa (PPS), presidente; Dr Rafael Camargo (MDB), vice-presidente, e Erika Tank (PR), secretária, além dos vereadores Dr Marcelo Rossi (PSD) e Constância Felix (PDT). A Comissão é responsável por emitir pareceres, apurar denúncias e fiscalizar ações que tratem do Sistema Único de Saúde (SUS) e seguridade social, vigilância sanitária, epidemiológica e nutricional; segurança e saúde do trabalhador e turismo. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários