Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 1 de março de 2019

Compartilhe

 A ação ocorre a partir das 17h30

 O Serviço Especializado em Moléstias Infectocontagiosas de Limeira (Semil) alerta sobre os cuidados com a prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) durante o Carnaval. As principais ISTs são sífilis, HPV, herpes, HIV e hepatites B e C. Neste sábado (2), técnicos do Semil estarão no Parque Cidade, oferecendo à população testes rápidos para diagnóstico do HIV. A ação ocorre a partir das 17h30, quando a prefeitura promove o evento “Festa no Parque – Carnaval de Limeira 2019”.

 Paralelamente aos testes rápidos, a equipe do Semil fará trabalho de conscientização sobre o tema, com distribuição de preservativos. A coordenadora do Semil, Melissa Gachet Sugshi, esclarece que as ISTs são transmitidas principalmente pelo contato sexual (oral, vaginal e anal) com uma pessoa infectada, sem o uso de camisinha masculina ou feminina. “A transmissão das ISTs ocorre, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação. Nesse caso, a mãe deve ser tratada ainda na gestação para evitar a transmissão vertical”, comentou Melissa.

 As ISTs podem se manifestar por meio de feridas, corrimentos ou verrugas, que geralmente aparecem nos órgãos genitais. “O corpo deve ser observado durante a higiene pessoal, o que ajuda na identificação de uma IST no estágio inicial. Sempre que perceber algum sinal ou algum sintoma, a pessoa deve procurar imediatamente o serviço de saúde”, ressaltou a coordenadora do Semil.

 Melissa observa, porém, que algumas ISTs podem não apresentar sinais e sintomas, mas se não forem diagnosticadas e tratadas, podem levar a graves complicações, como infertilidade, câncer ou até morte. “O uso da camisinha (masculina ou feminina) em todas as relações sexuais (orais, anais e vaginais) é o método mais eficaz para evitar a transmissão das IST, do HIV/aids e das hepatites virais B e C”.

 A camisinha masculina ou feminina pode ser retirada gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde. “A população precisa se conscientizar sobre a importância do sexo seguro e do uso do preservativo. A realização de testagens periódicas pelas pessoas que têm uma vida sexual ativa também facilita o diagnóstico precoce, interrompendo o ciclo de transmissão das ISTs”, complementou Melissa.

 O Semil é o local de referência para tratamento de HIV e hepatites. Todo atendimento é gratuito e feito por profissionais especializados. O Semil fica na Rua Sergipe, 906. O telefone é 3442-4796.

 Corrimento
Aparece no pênis, vagina ou ânus, em decorrência de gonorreia, clamídia e tricomoníase. Pode ser esbranquiçado, esverdeado ou amarelado, ter cheiro forte ou causar coceira. O sintoma pode ser acompanhado de dor ao urinar ou na relação sexual. Nas mulheres, quando em pequena quantidade, o corrimento só é visto em exames ginecológicos.

 Feridas
Ocorrem nos órgãos genitais ou em qualquer parte do corpo, com ou sem dor. Podem ser indicativo de sífilis, herpes genital, cancroide (infecção da pele ou das membranas mucosas genitais, desencadeada pela bactéria Haemophilus ducreyi), donovanose (infecção causada pela bactéria Klebsiella granulomatis, que afeta a pele e mucosas das regiões da genitália, da virilha e do ânus) e linfogranuloma venéreo (infecção crônica provocada pela bactéria Chlamydia trachomatis, que atinge os órgãos genitais e os gânglios da virilha).

 Verrugas anogenitais
São causadas pelo Papilomavírus Humano (HPV) e podem aparecer em forma de couve-flor, quando a infecção está em estágio avançado. Em geral, as verrugas não doem, mas em alguns casos provocam irritação ou coceira.  (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários