Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 21 de março de 2019

Compartilhe

 Cordeirópolis receberá o serviço e uma capacitação para os servidores que ficarão responsáveis em atender as denúncias

 Mais um convênio que estará à disposição da população a partir de maio, será o SOS Racismo. Nesta terça-feira (19), a vice-prefeita, Fátima Celin, a secretária da Mulher e Desenvolvimento Social, Elaine Siqueira, juntamente com os vereadores, Antônio Lemão, Sandra Santos e seus assessores, foram até São Paulo na sede da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena (CPPNI), da Secretaria de Justiça e Cidadania para juntos intermediarem a vinda deste importante convênio para a cidade.

 E aí que vem a grande notícia!

Em conversa com a coordenadora da CPPNI, Regina Moraes, foi decidido que Cordeirópolis receberá o serviço e uma capacitação para os servidores que ficarão responsáveis em atender as denúncias da população. A expectativa é que em maio o SOS Racismo comece a funcionar na Secretaria da Mulher e Desenvolvimento Social. “Uma grande conquista para o nosso município. Depois que assinarmos o convênio, garantiremos as pessoas negras o direito de denunciarem qualquer tipo de discriminação ou preconceito, pois ofereceremos o atendimento psicológico e jurídico a essas vítimas”, frisou a vice-prefeita, Fátima Celin.

 Criação do Conselho

Até em maio será criado um conselho que atuará nas situações de racismo e para atender o SOS Racismo. “Necessitamos de políticas públicas que atuem efetivamente com essas vítimas e o conselho dará todo esse suporte”, explicou a secretária da Mulher, Elaine Siqueira.

 Assinatura do convênio

Após os trâmites necessários para a assinatura do convênio, os profissionais do CPPNI virão à Cordeirópolis e darão uma capacitação aos conselheiros, no qual irão explicar como funcionará o sistema, o modo de agir com a vítima e como solucionar as demandas. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários