Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 22 de março de 2019

Compartilhe

 Outro aspecto é que ele servirá de parâmetro

 A oficina participativa sobre o Plano de Mobilidade Urbana realizada ontem (21), às 19h, no auditório da escola Senai Luiz Varga, contou com a participação de representantes de associações de bairros, de entidades de classe e da população em geral. Durante a abertura da reunião, o prefeito Mario Botion destacou a importância deste trabalho. “O plano serve como um diagnóstico para as medidas que o Poder Público terá que tomar diante dessa temática. Outro aspecto é que ele servirá de parâmetro para o novo edital do transporte coletivo. Teremos no final desse processo duas audiências públicas”, afirmou o chefe do Executivo.

 Entre os assuntos levados à discussão, destacam-se transporte por aplicativo e transporte coletivo. “A iniciativa da Prefeitura é muito positiva. É preciso que o limeirense se envolva efetivamente, pois a mobilidade causa um impacto muito grande na vida de todas as pessoas”, disse o engenheiro civil, Marco Antônio de Fáveri. “A proposta do plano de mobilidade é ótima, porém o mais importante será o aspecto prático. As medidas devem ser efetivamente implantadas”, salientou o empresário Lucas Rogério Durigon.

 Para o engenheiro civil Sérgio Lordello, que já atuou na pasta de Transportes, o plano é fundamental para traçar as estratégias em relação à mobilidade urbana. “É essencial que as propostas que surgirem estejam em consonância com o que está estabelecido no Plano Diretor do Município”, comentou.

 As oficinas participativas são realizadas pela Prefeitura e pela empresa GPO Sistran Engenharia. As reuniões setoriais começaram na quarta-feira (20) com objetivo de ouvir a população sobre as demandas e sugestões na área da mobilidade urbana. “O resultado desta reunião foi muito positivo. Surgiram ao longo do debate, sugestões importantes, que serão incorporadas ao nosso estudo. Destaco também a proatividade das pessoas que participaram com perguntas, reivindicações e outros apontamentos. O transporte coletivo é peça importante do plano e está no nosso trabalho”, destacou o engenheiro civil que coordena o plano pela empresa GPO Sistran, Geraldo Camargo de Carvalho Júnior.

 Também estiveram presentes neste encontro os secretários Edison Moreno Gil (Gabinete), Rodrigo Oliveira (Mobilidade Urbana), Antonio Peres (Comunicação Social) e a presidente do Ceprosom, Maria Aucélia Damaceno, além dos vereadores Estevão Nogueira e Waguinho da Santa Luzia. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários