Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 3 de abril de 2019

Compartilhe

 A pré-estreia é dia 14, às 20h, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes

 A história da morte de Cristo se entrelaça com a de outros personagens marcantes e conhecidos pelo público, como Herodes, Herodias e Salomé. Na 29ª edição da Via-Sacra – O Musical – “A Maior História de Todos os Tempos Cantada Pelo Povo de Limeira” – as personagens contracenam, no palácio, e marcam a morte de João Batista.

 O papel de Herodes é desempenhado por Renato Gustavo Carneiro que iniciou sua trajetória artística em 2016, no coro da Orquestra Sinfônica de Limeira (Osli) e, hoje, tem sua própria banda. Carneiro ainda não havia participado da Via-Sacra, mas aprovou a experiência. “É a primeira vez que faço algo teatral, nunca tinha vivido nada desse tipo. Estou achando divertido”, disse.

 Herodias é interpretada pela atriz, produtora e arte-educadora Tatiana Alves, que já participou de outras edições da Via-Sacra, inclusive nos papéis de Maria e Marta. “Infelizmente, temos também que falar do mal. Herodias é uma personagem importante na história, pois mostra o lado ruim do ser humano: a ambição, interesses financeiros, posição e riqueza, pessoas que levam a destruição, são manipuladoras, sem caráter, egoístas, traidoras, fazem dos que os cercam uma ferramenta para conseguir seus objetivos”, afirmou a atriz.

 O papel de Salomé ficou com a professora de balé Jullia Catharine Ferreira Marin Barbosa. De acordo com a dançarina, seu contato com artes iniciou com o balé, passando pelo contemporâneo, jazz, teatro e canto. Em outras edições, ela participou como povo, mas no papel de Salomé disse que “é um sonho, requer o canto e a dança do ventre”. “Estou adorando cada momento”, completou.

 Os três artistas concordam sobre a importância do espetáculo para a cidade. “Chega esta época, toda a população espera pela Via-Sacra, por este motivo acho importante manter essa chama, sempre inovando. No mundo que vivemos atualmente é importantíssimo reafirmar a esperança, a fé e o amor ao próximo”, justificou Tatiana.

 Já Jullia disse que a “a Via-Sacra traz cultura a todos de forma gratuita e ainda dá oportunidade aos que se prontificam a participar. Com toda certeza, é um dos eventos mais importantes da cidade”, concluiu. Renato encerrou dizendo que a Via-Sacra é além de tudo “uma forma de entretenimento de nossa cidade”.

 O MUSICAL

 A versão musical da Via-Sacra de Limeira tem sua pré-estreia dia 14, às 20h, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no Parque Nossa Senhora das Dores. As outras duas apresentações acontecem na Gruta da Paz, também às 20h, nos dias 18 e 19.

O espetáculo conta com direção-geral do secretário de Cultura e idealizador do projeto, José Farid Zaine, e composição musical de Emanuel Massaro, tendo como compositor convidado Joaquim Prado. A direção musical e regência são de Vinicius Ferreira, cenografia de Guto Oliveira e coreografias de Tendas do Sahara. A gravação e a mixagem são de Cleyver Rossi. As oficinas preparatórias foram ministradas pelas assistentes de direção, atrizes e servidoras da Secretaria de Cultura, Ariane Martins e Tatiana Alves (que também interpreta Herodias). (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários