Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 27 de maio de 2020

Compartilhe

 Objetivo é fiscalizar a prática de preços abusivos durante a pandemia de covid-19

 Uma mulher de 50 anos, proprietária de um posto de combustíveis, foi presa na manhã desta quarta-feira (27), após uma operação conjunta entre a Polícia Civil e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Limeira. Segundo informações do Boletim de Ocorrência (B.O.), os investigadores Tiago, Rafael, Ricardo e Anderson, participaram da operação, visando a fiscalização de preços abusivos devido à pandemia de covid-19, bem como de produtos vencidos e de outras eventuais irregularidades por parte dos comerciantes.

 Durante a fiscalização em um posto de combustíveis localizado na Via Luiz Varga, no Jardim das Laranjeiras, o coordenador do Procon de Limeira, Fabrício Gimenez, após verificar os preços dos combustíveis, passou a fiscalizar os produtos da loja de conveniência do estabelecimento, onde constatou que 12 refrigerantes de 600 ml estavam com o prazo de validade vencido. A proprietária do local, que estava trabalhando no caixa da loja de conveniência, foi questionada e de acordo com o B.O., ela teria informado que não tinha conhecimento sobre a data de validade e que os produtos haviam sido comprados em um supermercado que fica em frente ao posto de combustíveis, do outro lado da via.

 Diante dos fatos, a mulher recebeu voz de prisão e foi encaminhada à delegacia, onde a ocorrência foi apresentada e ela permaneceu presa à disposição da justiça. (Rafael Coelho)


Compartilhe

Comentários

comentários