Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 30 de maio de 2020

Compartilhe

Homem foi conduzido ao plantão policial de Limeira, onde a ocorrência foi registrada e ele foi liberado na sequência

 A Guarda Civil Municipal (GCM) foi solicitada na noite desta sexta-feira (29), após acionamento do botão do pânico e descumprimento de medida protetiva no Jardim Morro Azul, em Limeira. Segundo informações do Boletim de Ocorrência (B.O.), a equipe composta pelos GCMs Hansen e Sobrinho, realizava patrulhamento, quando recebeu uma solicitação do botão do pânico, dando conta de que a vítima, de 38 anos, havia acionado o socorro por volta das 23h de ontem (29).

 Os Guardas foram até a Rua José Maria Pinto Villares e ao chegarem no local, a vítima, que possui medida protetiva que impede a aproximação de ex-companheiro a uma distância de um quilômetro, relatou que estava sentada na calçada conversando com um amigo, de 34 anos, em frente a uma edícula onde estava ocorrendo uma confraternização, quando em determinado momento seu ex-companheiro, de 42 anos, passou na rua, parou e começou a discutir com ela.

 Segundo a mulher relatou no B.O., seu ex-companheiro a acusava de estar tendo um caso com o rapaz que ela estava conversando na calçada. Nervoso, o homem teria pego um pedaço de madeira e danificado um veículo S10 que seria do amigo da mulher. Ela contou para os Guardas que após o ocorrido, seu ex-companheiro teria ido embora, provavelmente para a casa dele.

 Os GCMs foram até a residência do homem, no Jardim São Paulo, e se depararam com um veículo Agile estacionado em frente à casa, que segundo a mulher, seria do seu ex-companheiro. Após alguns minutos o homem foi até o carro e se apresentou para os Guardas. Questionado sobre o ocorrido, ele teria negado os fatos. O homem foi conduzido ao plantão policial de Limeira, onde a ocorrência foi registrada e ele foi liberado na sequência. (Rafael Coelho)


Compartilhe

Comentários

comentários