Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 10 de junho de 2020

Compartilhe

 Trabalhos visam recuperar toda a extensão da represa; material retirado será estudado pela secretaria de Meio Ambiente

 A Defesa Civil, em conjunto com o Corpo de Bombeiros Municipal e secretaria de Serviços Públicos, está realizando desde o dia 1° de junho, a remoção de aguapés que invadiram a represa Água Branca, mais conhecida como segunda represa do Barro Preto, em Cordeirópolis. A conclusão dos serviços está prevista para 2 a 3 meses, por conta da complexidade e extensão do local, que tem uma área que corresponde a mais de 30 campos de futebol.

 O trabalho pesado de remoção é feito com ajuda de uma ferramenta que traz os aguapés para as laterais da represa e, depois, um maquinário retira todo o material, que é encaminhado para secagem. Após a conclusão dos serviços na represa Água Branca, o mesmo processo será feito na extensão do Barro Preto. “Um trabalho complexo que estamos realizando com apoio dos bombeiros municipais e com maquinários da secretaria de Serviços Públicos, para recuperar essas importantes represas de nossa cidade”, disse o coordenador da Defesa Civil, Agageane Rogério Nunes.

 Além de garantir a limpeza e manutenção das represas, todo o material retirado será objeto de estudo pela secretaria de Meio Ambiente. “Já recolhemos amostras e estamos realizando um estudando para avaliar o que levou o aparecimento destes aguapés na represa”, informa o secretário da pasta, Joaquim Dutra. Após a secagem do material, estudos posteriores irão indicar se o material poderá ser destinado a alguma finalidade ou se será descartado. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários