Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 17 de junho de 2020

Compartilhe

 As máscaras comuns limitam a comunicação, mas as de visor transparente facilitam a leitura facial e as expressões

 O Centro Educacional João Fischer Sobrinho – Área Auditiva, do Ceprosom, irá distribuir 270 máscaras com visor transparente para os assistidos do local. Os equipamentos, que protegem contra o novo coronavírus (Covid-19), foram doados pela empresa NF Uniformes e produzidos por mais cinco voluntárias do centro educacional.

 Coordenadora da unidade, Marina Alencar explica que, desde o início da pandemia, a equipe do local esteve atenta às recomendações das autoridades de saúde sobre a importância do uso de máscaras. “As máscaras comuns limitam a comunicação, mas as de visor transparente facilitam a leitura facial e as expressões. Elas proporcionam maior acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva”, destaca. Ela ressalta, ainda, que a iniciativa busca se estender para além dos atendidos, a fim de destinar o produto à toda comunidade surda limeirense.

 “Nosso atendimento no Centro Educacional João Fischer Sobrinho, tanto da área auditiva quanto visual, é referência na região. Essa ação reforça nosso comprometimento com a inclusão”, afirmou a presidente do Ceprosom, Aucélia Damaceno.

 Os interessados em contribuir com a confecção de máscaras podem doar tecidos TNT ou viés, elásticos e plástico cristal na Central de Voluntários, localizada na Avenida Campinas, 115, Cidade Jardim, ou entrar em contato pelo telefone 3404-6220.

 JOÃO FISCHER – ÁREA AUDITIVA

 Atualmente, o João Fischer – Área Auditiva, atende cerca de 45 pessoas de diferentes faixas etárias. O Centro oferece atendimento socioeducacional bilíngue para pessoas com deficiência auditiva/surdez, surdocegueira e suas famílias, estimulando a sociabilidade e a interação familiar e comunitária, além de promover a autonomia e melhora da qualidade de vida dos pacientes. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários