Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 16 de julho de 2020

Compartilhe

 Na primeira quinzena do mês passado, foram confirmados 331 casos de Covid-19, enquanto em julho, até dia 15, foram 1.761 registros

 Levantamento da Secretaria de Saúde em relação aos dados de coronavírus em Limeira mostra que as confirmações somente em julho da doença já superam os primeiros 15 dias de junho em 432%, aproximadamente. Na primeira quinzena do mês passado, foram confirmados 331 casos de Covid-19, enquanto em julho, até dia 15, foram 1.761 registros – número superior, inclusive, ao total de casos confirmados em junho (1.331). Levando em conta o total de casos, em 15 de junho eram 547 confirmações da doença, enquanto até ontem eram 3.308, um aumento de quase 505%.

 Os números, conforme a Saúde, levantam um alerta sobre, agora mais do que nunca, a necessidade de toda a população se conscientizar sobre as medidas de controle do vírus, como o uso de máscaras, manter o distanciamento social e evitar aglomerações. “O poder público está fazendo sua parte, por exemplo, aumentando nossa capacidade de leitos. E a fiscalização continua rígida, principalmente quanto ao uso de máscaras e aglomeração. É primordial que a população colabore para vencermos essa guerra contra o coronavírus”, enfatizou o prefeito Mario Botion.

 Em relação aos óbitos, o aumento também é significativo na primeira quinzena de julho: somente até ontem, foram confirmadas 37 mortes em decorrência do coronavírus. Nos primeiros quinze dias de junho, foram 16 novos óbitos, um aumento de cerca de 131%. Quanto aos números absolutos, até 15 de junho o município somava 26 mortes, enquanto até ontem eram 105, um avanço de aproximadamente 304% – a maioria dos óbitos (91,4%) é de pessoas com alguma comorbidade.

 Outro dado relevante é em relação às internações de pessoas de Limeira, ainda que o número varie diariamente. Em 15 de junho, o município tinha 45 pacientes internados. Ontem, esse número era o dobro: 92 limeirenses internados na Unidade de Referência Coronavírus (URC) e nos hospitais – nem todos com confirmação –, uma alta de 104,4%. Só na URC, o aumento de internações gerais (UTI + clínicas) é de cerca de 82,3% – no entanto, hoje a unidade tem mais capacidade de leitos do que em junho.

 O levantamento da pasta também aponta que as notificações do coronavírus em Limeira tiveram um avanço de cerca de 401%. Em 15 de junho, o município tinha 2.292 notificações da doença, enquanto ontem, esse número era de 11.490, quase cinco vezes mais do que no mês passado. Das notificações, os casos podem ser confirmados ou descartados, por meio de exames laboratoriais. Em Limeira, a quarentena segue até 30 de julho, conforme determinação do Governo Estadual. Denúncias sobre o descumprimento das medidas estabelecidas nos decretos municipais e estaduais devem ser feitas no 156, 153 e 190. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários