Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 21 de julho de 2020

Compartilhe

 Os óbitos suspeitos, hoje, contabilizam dois, que aguardam o resultado dos exames para confirmar a causa da morte

 Os casos confirmados de coronavírus em Limeira chegaram a 4.151, conforme balanço atualizado nesta terça-feira (21) pela Secretaria de Saúde. Desses, 3.936 pessoas estão recuperadas e outras 91 estão em recuperação. Os profissionais de saúde com confirmação para a doença somam 456. Há, ainda, 5.460 suspeitas em investigação e 4.337 casos descartados, totalizando 13.948 notificações da doença.

 Já os óbitos confirmados em decorrência da Covid-19 somam 124 em Limeira. Foram quatro novos registros hoje: três homens, de 53, 73 e 77 anos, todos com comorbidades, e uma mulher, de 39 anos, sem informações de comorbidades. A taxa de letalidade segue em 3%. Os óbitos suspeitos, hoje, contabilizam dois, que aguardam o resultado dos exames para confirmar a causa da morte.

 INTERNAÇÕES

 Conforme a atualização, o município tem 104 pacientes de Limeira internados, 75 deles com resultado positivo para a doença. Os demais aguardam o resultado do exame. Do total de internados, 31 pacientes estão em UTI. Outras 15 pessoas estão internadas em Limeira, mas são de Arthur Nogueira (1), Cordeirópolis (6), Engenheiro Coelho (2), Iracemápolis (5) e Rio Claro (1).

 Na Unidade de Referência Coronavírus (URC), são 68 internações (ocupação de 87,2%), 27 delas em UTI (ocupação de 90%). Os leitos clínicos, hoje, tem ocupação de 85,4%. A unidade tem, neste momento, capacidade para 78 internações, entre clínicas (48) e de UTI (30). As demais internações são em outros hospitais do município.

 Segundo a pasta, a situação dos leitos gerais em Limeira é a seguinte: 102 internações em UTI (ocupação de 83,6%) e 261 internações clínicas (79,6%). Ao todo, entre leitos de UTI e clínicos, a ocupação no município é de 80,7%.

 As informações oficiais sobre a doença no município, atualizações e demais dados e links estão disponíveis em www.limeira.sp.gov.br/coronavirus (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários