Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 27 de julho de 2020

Compartilhe

 O Projeto “Águas Claras” começa a entrar em operação no segundo semestre deste ano

 A construção de um novo viveiro municipal de mudas florestais na região do Horto Florestal e a implantação de estufa no espaço servirão de suporte a um dos principais programas ambientais do município nas últimas décadas.

 O Projeto “Águas Claras”, desenvolvido pelo Departamento de Extensão Rural, da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, começa a entrar em operação no segundo semestre deste ano.

 A iniciativa tem como finalidade ampliar a quantidade e a qualidade das águas do abastecimento de Limeira, por meio da preservação da sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Tabajara, que é o principal afluente do Ribeirão Pinhal – uma das fontes de onde é captada água para o abastecimento do município.

 O recurso para implantação do projeto foi adquirido por meio de convênio com a Agência Nacional de Águas (ANA), e já está liberado. O repasse é de R$ 800 mil, com contrapartida do município de R$ 80 mil.

 “Estamos trabalhando nesse projeto com o rigor técnico necessário para que chegássemos nesse resultado. O novo viveiro e a estufa que lá serão instalados são elementos fundamentais nesse processo. A preservação do Tabajara é uma grande conquista ambiental para a nossa cidade”, afirma o prefeito Mario Botion.

 ESTUFA

 A primeira etapa do projeto consiste na aquisição de estufa para produção de mudas nativas. O equipamento, que tem dimensão de 750 metros quadrados, será instalado no Viveiro Municipal, próximo ao Horto. A Secretaria de Obras e Serviços Públicos já realizou a limpeza e terraplenagem do espaço. Serão plantadas 28 mil mudas em 17 hectares de Área de Preservação Permanente na nascente do ribeirão.

 Outra etapa importante é o apoio técnico e financeiro para que as pequenas propriedades rurais das proximidades do Ribeirão implementem saneamento, por meio da instalação de 27 fossas biodigestoras.

 VIVEIRO MUNICIPAL

 Além da instalação da estufa, o Viveiro Municipal recebe outra importante obra neste ano. Trata-se da construção de um barracão, onde os servidores municipais realizarão a semeadura e o ensacamento das mudas. O espaço também conta com dois depósitos de insumos. Além disso, o barracão terá banheiros e cozinha, que serão utilizados pelos servidores. Outras melhorias significativas são a instalação de reservatório de água e a execução de padrão de entrada de energia, atendendo ao crescimento do espaço e futuras melhorias.

 O valor do contrato é de R$ 217.925,65. O recurso para a construção do barracão é do Fundo Municipal de Meio Ambiente (Fundema), e foi aprovado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema). A fiscalização da obra é realizada pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos. Já foram concluídos mais de 80% dos serviços.

 O secretário de Meio Ambiente e Agricultura, Paulo Trigo, ressalta que as obras são importantes para que a cidade continue o trabalho de produção de mudas nativas, agora com a estrutura necessária. “É uma conquista valiosa que permanecerá por muitos anos proporcionando inúmeros benefícios ambientais para a população de Limeira”, diz.

 O secretário de Obras e Serviços Públicos, Dagoberto Guidi, concorda com o colega e acrescenta: “os benefícios com as obras no viveiro são fundamentais para esse grande projeto ambiental do município”. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários