Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 30 de julho de 2020

Compartilhe

 Botion fez uma avaliação positiva do primeiro fim de semana de lockdown (nos dias 25 e 26) e agradeceu aos cidadãos limeirenses pelo entendimento do “objetivo e da necessidade da medida”

 O segundo fim de semana de lockdown em Limeira, nos dias 1º e 2 de agosto, e a nova etapa de ampliação dos leitos de UTI na Unidade de Referência Coronavírus (URC) foram os temas abordados pelo prefeito Mario Botion em coletiva online de imprensa, nesta quinta-feira (30), no Paço Municipal (Edifício Prada). Botion ressaltou que a fiscalização será rigorosa para continuar assegurando o cumprimento da medida restritiva, que determina em linhas gerais, o fechamento do comércio e da indústria. Participaram da coletiva, o secretário de Saúde, Vitor Santos, e o diretor de Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari.

 Botion fez uma avaliação positiva do primeiro fim de semana de lockdown (nos dias 25 e 26) e agradeceu aos cidadãos limeirenses pelo entendimento do “objetivo e da necessidade da medida”. O prefeito também reconheceu o apoio dos comerciantes, que segundo ele, “deram sua cota de contribuição em ato de civismo e responsabilidade social”.

 Quanto ao próximo lockdown, nos dias 1º e 2 de agosto, o chefe do Executivo espera uma adesão ainda maior e a contribuição de toda população, no sentido de evitar deslocamentos desnecessários. Botion reforçou a necessidade do uso de máscaras e da higienização das mãos – medidas que ele considera fundamentais para a diminuição da velocidade de contaminação.

 Ao comentar as ações judiciais para que supermercados e outros setores econômicos mantenham suas atividades durante o lockdown, ele observou que a prefeitura vem tomando todas as providências a fim de assegurar as restrições previstas no decreto. A liminar obtida pelos supermercados foi derrubada e o mesmo vem sendo buscado em relação às oficinas mecânicas e ao setor de transporte público.

 “Nosso objetivo é a diminuição da circulação de pessoas e da velocidade de contaminação”, declarou Botion. Nesse sentido, ele comentou que a fiscalização “continuará firme” e estabelecimentos comerciais que eventualmente desrespeitarem a medida serão multados e fechados. Cidadãos flagrados circulando sem máscaras por espaços públicos também serão multados.

 Mais leitos

 Os esforços para aumentar a estrutura de atendimento aos pacientes de Covid-19 também foram destacados pelo prefeito. Para a próxima segunda-feira (3 de agosto), Botion anunciou a criação de mais sete leitos de UTI na Unidade de Referência Coronavírus (URC), no hospital Humanitária.

 A URC foi criada ainda em abril, mediante parceria da prefeitura com os hospitais públicos e particulares de Limeira e passou por sucessivas ampliações. Atualmente, a unidade tem capacidade para 78 internações. Com a reestruturação, serão 85 leitos e a capacidade da UTI passará de 30 para 37 leitos. A ideia, conforme o prefeito, é chegar a 40. “Desde o início da pandemia fizemos planejamento, sempre orientado pelo Grupo Técnico de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, e não tivemos falta de assistência”, frisou Botion.

 Sobre o repasse de recursos do Governo Federal, ele enfatizou que dos R$ 34 milhões anunciados, apenas R$ 4 milhões poderão ser destinados à saúde. Os R$ 30 milhões restantes deverão ser utilizados obrigatoriamente para compensar a queda de arrecadação do município, que até o momento totaliza R$ 73 milhões.

 Testes e Medicamentos

 No que diz respeito aos testes para detecção do coronavírus, o diretor de Vigilância em Saúde informou que os profissionais de saúde e as forças de segurança, incluindo agentes penitenciários, passaram por um amplo processo de testagem. Até o momento, o município testou aproximadamente 20 mil pessoas. Já em relação aos medicamentos, o secretário de Saúde destacou que a prefeitura disponibiliza aos médicos todos os recursos para o tratamento dos pacientes, incluindo os considerados “off label”, como a hidroxicloroquina e a ivermectina.

 Quarentena

 Conforme decreto publicado hoje (30) no Jornal Oficial, o prefeito prorrogou a medida de quarentena até 10 de agosto, nos termos previstos pelo Governo do Estado de São Paulo para a Fase 1. Pelo mesmo período, também houve a prorrogação da previsão de afastamento, rodízio, home office/teletrabalho dos servidores municipais.

 Informações sobre o lockdown:

 Vigência: dias 1º e 2 de agosto

 O que pode funcionar: serviços de saúde (hospitais, farmácias e clínicas médicas); serviços de segurança pública e privada e de socorro (médico e guincho); clínicas de saúde animal; hotelaria; serviços públicos decorrentes de contratos públicos; serviços de radiodifusão, telefonia e internet; indústrias de produtos alimentícios; postos de combustíveis (das 8h às 18h); rodoviária; cartório; e serviços exclusivamente de fornecimento de alimento pronto para consumo por entrega domiciliar ou de entrega de gás (delivery).

 O que não pode funcionar: indústrias, construção civil; comércios em geral, serviços em geral; atividades religiosas; serviços bancários (exceto caixa eletrônico); mercados, padarias, drive thru; drive in; feiras livres; festas e eventos; lojas de conveniência em postos de combustíveis; entre outros.

 Venda de bebidas alcoólicas: nos dias de lockdown, será ampliada a proibição da venda de bebidas alcoólicas para o período integral. Ao longo da semana, a restrição já ocorre das 18h às 8h do dia seguinte.

 Fiscalização: os estabelecimentos que descumprirem o decreto serão interditados imediatamente e estarão sujeitos às penalidades previstas em decretos anteriores.

 Serviço:

 A íntegra dos decretos do lockdown (Nº 257) e da prorrogação da quarentena (Nº 268) pode ser acessada pelo site da Prefeitura de Limeira, na página do Jornal Oficial. O endereço é: www.limeira.sp.gov.br

 Todos os investimentos da Administração Municipal relacionados ao coronavírus estão disponíveis no Portal da Transparência, que também pode ser acessado pelo site da prefeitura (www.limeira.sp.gov.br). (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários