Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 3 de setembro de 2020

Compartilhe

 Somente no período de menos de um mês, foram mais de R$ 10 milhões, conforme números informados pela Secretaria de Saúde

 A Prefeitura de Limeira disponibilizou R$ 29,682 milhões até o momento para a intensificação de ações de enfrentamento ao coronavírus. Somente no período de menos de um mês, foram mais de R$ 10 milhões, conforme números informados pela Secretaria de Saúde.

 Um dos principais investimentos é da estrutura montada pelo município, por meio de convênio com os hospitais privados e públicos, no prédio da Humanitária. Trata-se da Unidade de Referência Coronavírus (URC), que tem, atualmente, 536 funcionários atuando no local. É a chamada estrutura de linha de frente.

 Para o atendimento das pessoas com Covid-19 que necessitam de internação e tratamento intensivo, há na URC 41 leitos de UTI, 48 leitos clínicos, 12 de suporte ventilatório. Até dia 31 de agosto, foram 873 internações e 9.793 atendimentos no Pronto-Atendimento (PA).

 Foi implantado também o Ambulatório de Referência de Coronavírus (ARC), do lado externo da Humanitária para atendimento dos casos considerados mais leves. O custo é por produção e o investimento mensal, até julho, foi em média de R$ 227 mil apenas com testes rápidos e consultas médicas.

 Outros investimentos foram feitos na Humanitária para proteção das pessoas que precisam estar no prédio, como os profissionais da saúde. No início do atendimento da URC foram instalados quatro equipamentos de pressão negativa e, hoje, são 16, que fazem a filtragem do ambiente e, por meio de uma tecnologia desenvolvida no Albert Einstein, purificam o ar. Também foram comprados monitores, bombas de infusão, oxímetros, além de equipamentos de proteção individual e higienização, que totalizam investimento de R$ 1.322 milhão.

 Em testes rápidos e exames de PCR (cotonete) para unidades da rede, foram mais de R$ 2,5 milhões investidos. O município também recebeu doação de testes do governo estadual, Receita Federal e outros.

 MEDICAMENTOS

 Entre medicamentos e insumos usados, exceto a URC, em unidades ambulatoriais ou em farmácias da rede municipal, o investimento ultrapassa R$ 1.252 milhão.

 Entre os medicamentos, estão os chamados off label (indicado para tratamento diferente do indicado na bula), como Sulfato de Hidroxicloroquina e Ivermectina – mais de 109 mil comprimidos.

 O município cumpre o papel de adquirir as medicações e disponibilizar para os tratamentos, que devem ser prescritos pelos médicos. Também foram adquiridos outros materiais médicos, de limpeza e higienização.

 O Portal da Transparência continua acessível no site da Prefeitura de Limeira. Todas as informações sobre aquisições e contratos feitos para o enfrentamento à pandemia estão à disposição da população. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários