Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 14 de setembro de 2020

Compartilhe

 Parceria entre Ministério do Turismo e Desenvolve SP vai garantir oferta de crédito facilitado para micro, pequenas e médias empresas

 O Ministério do Turismo e o Desenvolve SP fecharam parceria para destinação de mais R$ 400 milhões a empresas do setor turístico pelas linhas de crédito do Fundo Geral do Turismo – Fungetur. O aditivo amplia a capacidade de auxiliar a recuperação e retomada das empresas paulistas de um dos setores mais impactados pela pandemia do coronavírus.

 O acordo foi feito durante reunião de alinhamento entre o Secretário Executivo do Ministério do Turismo, Daniel Nepomuceno, e o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza, além do Presidente da Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio), Alexandre Rodrigues, do Vice-Presidente da Badesul (RS), José Claudio dos Santos, e do Vice-Presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Wilson Bley Lipski.

 “Nosso objetivo sempre foi dar condições para que o turismo consiga sobreviver aos efeitos da pandemia e, assim, preservar empregos e se preparar para a retomada das atividades”, disse o Secretário Executivo, Daniel Nepomuceno. “O Fungetur tem se mostrado ferramenta imprescindível para o setor”, concluiu.

 “Reuniões como essa são fundamentais para decidirmos juntos como injetar recursos de forma eficiente a favor da retomada das atividades econômicas. O auxílio emergencial das empresas é o capital de giro, por isso reforço que é fundamental esta união para as ações continuarem funcionando”, afirmou o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza.

 “Quem pode fazer mais tem que ser prestigiado, e o Desenvolve SP tem capacidade de fazer essa distribuição”, destacou o Vice-Presidente do Badesul, José Claudio dos Santos, ao declarar seu apoio à parceria.

 Através do Desenvolve SP, os recursos serão disponibilizados por meio de linhas de crédito com condições facilitadas – taxas reduzidas e prazos estendidos. As empresas podem solicitar crédito para capital de giro e financiamento para projetos de investimento, máquinas e equipamentos. As condições das três linhas Fungetur compreendem juros reduzidos de 0,41% ao mês e prazo estendido de até 120 meses, com até 36 de carência, além de garantia por meio do Fundo Garantidor e aval dos sócios.

 Recursos

 A liberação é resultado de constantes negociações realizadas pelo Desenvolve SP, com apoio da Secretaria Estadual de Turismo, para acessar mais recursos do fundo e continuar ajudando empreendedores.

 Dentro do período da pandemia, o Desenvolve SP já liberou, somente pela linha Fungetur, mais de R$ 91 milhões em 498 operações de capital de giro. Outras 341 operações, que correspondem a quase R$ 64 milhões, foram aprovadas e seguem para liberação, totalizando mais de R$ 154 milhões em crédito para o setor turístico. No total, a empresa disponibilizou mais de R$ 900 milhões para diversos setores, sendo R$ 475 milhões oriundos de recursos próprios.

 Gustavo Oliveira, sócio-administrador do Hotel KK, localizado no município de Itu, conta que o crédito da linha Fungetur ajudou a reduzir prejuízos e manter empregos. “Quando a pandemia começou, iniciamos um planejamento emergencial com foco em captar recursos no mercado. Fizemos o processo de solicitação virtual com o Desenvolve SP e conseguimos taxas muito abaixo do mercado, o que nos ajudou a cobrir prejuízos e manter os empregos de nossos funcionários.”

 André Soares, representante da Pizzaria Del Vecchio, de Boituva, também socorreu a empresa por meio da linha operada pelo Desenvolve SP: “Como somos uma pizzaria, com a chegada da pandemia nosso atendimento presencial acabou, então tivemos uma queda bastante brusca e repentina no faturamento. Com o recurso, conseguimos continuar pagando nossos funcionários e honrando nossas contas com fornecedores”.

 Impacto

 Um estudo da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo projetou que, dos 46,3 milhões de turistas previstos no Estado, 2020 deverá somar 29,5 milhões no cenário mais provável, com perda de quase 17 milhões de viajantes. Em movimentação financeira, o previsto antes da pandemia chegava a R$ 43 bilhões; agora, R$ 26,1 bilhões — R$ 16,9 bilhões a menos. Outra análise da FGV aponta que o PIB do turismo deve sofrer uma perda de 39% em 2020, em comparação com 2019.

 Em torno de 210 setores da economia têm alguma relação com o turismo. “No mundo todo, o turismo é um dos setores mais afetados pela pandemia. Por isso é tão importante o investimento público para impulsionar sua retomada. O Fungetur engloba um leque amplo de atividades e já ajudou a socorrer muitas empresas paulistas”, aponta Nelson de Souza.

 Como solicitar

 Micro, pequenas e médias empresas com faturamento anual entre R$ 81 mil e R$ 10 milhões, Certificação Digital E-CNPJ, cadastro ativo no CADASTUR e Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE relacionado a atividades turísticas podem realizar a solicitação de crédito pelo site do Desenvolve SP: www.desenvolvesp.com.br. De forma simples e desburocratizada, todo o processo é realizado online.

 Podem ter acesso ao crédito empresas das áreas de acampamento turístico, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadora turística, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística, centro de convenções, empreendimento de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimento de entretenimento e lazer e parques aquáticos, locadora de veículos, organizadores de eventos, prestadores de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestadores especializados em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares. Confira todos os CNAES atendidos pela linha Fungetur.

 Fungetur

 O Fungetur é um mecanismo de crédito essencial ao fomento do turismo como negócio e estratégia para o desenvolvimento social e econômico. Por meio da oferta de crédito a empresas direta ou indiretamente ligadas ao turismo, promove a elevação do nível dos serviços prestados ao turista, a expansão das oportunidades de instalação de novos negócios, além da geração de emprego e renda. Os financiamentos do Fungetur são concedidos por 17 instituições financeiras brasileiras credenciadas, entre elas, o Desenvolve SP. (Da redação portal Notícia de Limeira)

 Imagem: Divulgação / Governo de SP


Compartilhe

Comentários

comentários