Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 24 de setembro de 2020

Compartilhe

 Os detalhes da campanha foram transmitidos durante coletiva on-line de imprensa

 Duas campanhas foram lançadas simultaneamente nesta quinta-feira (24) em Limeira. O Outubro Rosa, dedicado à prevenção do câncer de mama, e o Novembro Azul, voltado à conscientização sobre o câncer de próstata. Em ambos os casos, mulheres e homens inseridos nas faixas etárias indicadas poderão fazer exames de rastreamento. São parceiros da campanha, a Prefeitura de Limeira, a Associação Limeirense de Cuidado e Carinho (Alicc), o hospital Santa Casa e o Ambulatório Médico de Especialidades (AME). Os detalhes da campanha foram transmitidos durante coletiva on-line de imprensa.

 A diretora de Atenção Básica da prefeitura, Camila Rezende, ressaltou a importância das campanhas para toda a sociedade, enfatizando que os exames de rastreamento do câncer de mama e de próstata são simples, seguros e rápidos. Ela ainda garantiu que toda a rede de saúde está preparada para o acolhimento do público previsto nas ações. Quanto à mamografia, ela salientou: “as pacientes serão atendidas com agilidade, pois não há demanda reprimida para esse exame”.

 Já a necessidade de detecção precoce desses dois tipos de câncer foi apontada pelo diretor de Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari, como estratégia fundamental para aumentar as chances de cura dos pacientes. Em razão da pandemia de coronavírus, ele observou que todas as recomendações sanitárias de prevenção serão adotadas pela estrutura de atendimento da prefeitura e pelas instituições parceiras, tais como distanciamento interpessoal, uso de máscaras sociais, assepsia dos equipamentos, intensificação da higienização das mãos e a disponibilização de álcool em gel. “Estamos em quarentena, mas o deslocamento para os cuidados com a saúde são essenciais”, afirmou.

 O provedor da Santa Casa, Didi Piccinin agradeceu a todos os envolvidos na campanha e disse que a Santa Casa está “à disposição da população para mais essa empreitada”. A presidente da Alicc, Fernanda Varga, também falou sobre a relevância da iniciativa e de levar à sociedade a mensagem da prevenção. “Vamos fazer nossa parte, desejo sucesso às campanhas deste ano, pois o diagnóstico é a melhor prevenção”, disse. A Alicc está disponibilizando itens alusivos ao Outubro Rosa, como camisetas, bottons e selos, que podem ser adquiridos na sede da entidade, na Rua Major Antônio Machado de Campos, 74, no Jd. Piratininga.

 A preocupação com os impactos da pandemia de coronavírus sobre a saúde da população foi mencionada pela médica coordenadora do AME, Priscila Franchini. “Os pacientes ficam com medo de sair de casa, mas é preciso manter os cuidados com a saúde e com a prevenção nesse período”, frisou.

 Outubro Rosa

 O Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama criado no início da década de 1990. Visa o compartilhamento de informações sobre a doença e o acesso facilitado aos serviços de diagnóstico e de tratamento, medidas que contribuem para a redução da mortalidade. Em 2018, a doença causou a morte de 17.763 pessoas, sendo 17.572 mulheres e 189 homens.

 Segundo estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Brasil deve registrar 66 mil novos casos de câncer de mama agora em 2020. A doença é também aquela de maior incidência entre as mulheres e responde por 29,7% do total de ocorrências. Em Limeira, foram registrados no ano passado 148 casos de câncer de mama pela rede pública de saúde e convênios. De janeiro a agosto deste ano, houve 85 novos casos, conforme dados do Centro de Oncologia da Santa Casa.

 A idade é um dos principais fatores de risco para a doença. Levantamento do Inca mostra que cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. Mas há outros fatores relevantes, como obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica e pré-disposição genética. Por outro lado, a adoção de hábitos saudáveis pode prevenir cerca de 30% das ocorrências, como a prática de atividade física, a alimentação saudável, a manutenção adequada do peso, a amamentação e o não consumo de hormônios sintéticos.

 Diagnóstico

 A mamografia e o autoexame das mamas são medidas essenciais para a detecção precoce do câncer de mama e o consequente aumento dos índices de êxito do tratamento. A mamografia (radiografia das mamas) deve ser feita a cada dois anos ou em menor tempo, de acordo com critérios médicos. O procedimento é capaz de identificar alterações suspeitas (nódulos) antes do surgimento dos sintomas. Já a realização do autoexame das mamas é recomendada mensalmente, de preferência cinco dias após o período menstrual.

 Durante a campanha, que ocorre nos meses de outubro, novembro e dezembro, a faixa etária indicada para a mamografia é de 50 a 69 anos. Para solicitar o exame, não é necessário o pedido médico. As enfermeiras das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) podem emitir o pedido e fazer o agendamento.

 Os exames serão realizados na Santa Casa ou no AME. No ano passado, a campanha atingiu a marca de 1.902 exames. Agora em 2020, a meta é atender todas as mulheres que procurarem pelo procedimento nas UBSs.

 Conforme o resultado do exame, a paciente será encaminhada para consulta com especialista. Todo o tratamento é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive – e se necessário – a cirurgia de reparação da mama.

 Novembro Azul

 Criado em 2003, o Novembro Azul tem como objetivo conscientizar os homens sobre os cuidados com a saúde e a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

 No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). Segundo o Inca, a estimativa para 2020 é de 65.840 novos casos. Ainda de acordo com o instituto, a doença foi responsável pela morte de 15.576 homens em 2018. A prevalência maior é acima dos 65 anos, pois aproximadamente 75% dos casos se manifestam na terceira idade.

 Na fase inicial, o câncer da próstata evolui silenciosamente, sendo que muitos pacientes não apresentam sintomas. Para a detecção precoce da doença, é necessário um exame de sangue, chamado PSA (Antígeno Prostático Específico). O procedimento é indicado para homens com mais de 50 anos (ou de 45 a 50 anos, se houver casos de câncer entre os parentes de primeiro grau).

 Caso o resultado apresente alteração, o paciente será convocado pelo Laboratório Municipal para uma segunda testagem. Se as alterações persistirem, ele será encaminhado aos serviços de referência. Em 2019, foram realizados 1.373 exames. Neste ano, a meta é atender todos os homens que procurarem o serviço.

 A coleta do PSA poderá ser feita em qualquer uma das 31 UBSs do município ou no Laboratório Municipal, no período de 3 a 30 de novembro. Por se tratar de campanha, não é necessário pedido médico. Basta comparecer à unidade de saúde mais próxima, das 7h às 9h, de segunda a sexta-feira, munido de documento de identificação com foto e Cartão SUS. Porém, antes da coleta o paciente deve seguir rigorosamente o preparo médico:

 – não fazer exercícios físicos ou andar de bicicleta dois dias antes do exame;

 – não manter relações sexuais dois dias antes da coleta;

 – após exame médico de toque retal ou sondagem uretral, aguardar quatro dias;

 – após colonoscopia, aguardar no mínimo 15 dias;

 – após biópsia de próstata, esperar 30 dias.

 Serviço:

 – Mamografia: o público alvo são mulheres, de 50 a 69 anos. O exame deve ser solicitado na UBS mais próxima, no período de 1º de outubro a 31 de dezembro. Não é necessário pedido médico, apenas apresentação de documento de identificação com foto e Cartão SUS.

 – PSA: o público alvo são homens a partir de 50 anos (homens de 45 anos a 50 anos também podem realizar o exame, desde que tenham caso de câncer entre algum familiar de primeiro grau). A coleta do PSA será feita nas UBSs e no Laboratório Municipal, que fica na Rua João Machado Gomes Júnior, 54 (entrada pela Rua Piauí), no período de 3 a 30 de novembro. Não é necessário pedido médico, apenas a apresentação de documento com foto e do Cartão SUS. O horário da coleta será das 7h às 9h, de segunda a sexta-feira. O paciente deve seguir rigorosamente o preparo médico descrito acima. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários