Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 2 de outubro de 2020

Compartilhe

 Temperaturas elevadas ocorrem em todo o estado e, aliadas à falta de chuva, podem ocasionar desabastecimento

 Uma onda de calor que atinge Limeira e todo o estado de São Paulo afeta os níveis dos reservatórios de água da cidade nesta sexta-feira (02). A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de saneamento da cidade, pede o consumo consciente por parte da população.

 De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, as temperaturas máximas previstas devem continuar altas pelo menos até o final da próxima semana, podendo superar os 42° no estado de São Paulo. Em Limeira, nesta sexta a máxima chegou a 40°.

 As altas temperaturas, aliadas à falta de chuva, características deste período de estiagem, podem ocasionar situações pontuais de desabastecimento na cidade ao longo dos próximos dias. As principais regiões da cidade que podem ser afetadas são a sudoeste e noroeste, cujas populações são abastecidas pelos reservatórios Limeirense, Gino e Nossa Senhora das Dores.

 Técnicos da concessionária têm atuado no monitoramento e em manobras no sistema de distribuição de água para minimizar os impactos, mas recomenda o consumo consciente por parte da população.

 Em meio a estiagem, consumo aumentou na cidade

 O clima seco e as altas temperaturas, aliados ao cenário de pandemia, com mais pessoas em casa, provocaram um aumento de 22% no volume de água produzido diariamente em Limeira. Esse dado considera o volume médio diário de setembro de 2020 (73.070 milhões de litros/dia) em comparação à média diária produzida em setembro de 2014 (59.828 milhões de litros/dia), ano em que a Região Sudeste enfrentou a pior crise hídrica da história.

 Num cenário comparativo mais recente – próximo da atual realidade populacional do município – o aumento do consumo também pode ser identificado. Na comparação entre setembro de 2019 e setembro de 2020, o aumento no volume de água produzido na cidade é de 9%. Isso significa que, em setembro, foram necessários seis milhões de litros de água a mais por dia para atender a demanda de Limeira.

 Campanha “Consumo Consciente”

 A concessionária retomou na segunda quinzena de setembro a campanha “Consumo Consciente” que visa orientar e incentivar hábitos de consumo equilibrados. Veiculações em rádios e no site https://consumoconsciente.brkambiental.com.br/ apresentam dicas e informações sobre o assunto, mostrando que pequenas ações podem trazer grandes resultados. A proposta é que todos reflitam sobre o consumo e usem do bom senso para ajudar o meio ambiente.

 Hábitos bem simples, como diminuir em 1 minuto o tempo no banho, fechar a torneira ao escovar os dentes, usar balde para lavar o carro, entre outros, ajudam na redução do consumo de água. “Mesmo com a atual necessidade de higienização e limpeza geradas pela pandemia, é possível utilizar a água de forma consciente. Evitar desperdícios, como excesso durante a lavagem de calçadas e varandas, na irrigação de jardins, e reaproveitar a água para limpeza dos quintais, são bons exemplos”, reforça o diretor.

 A Organização das Nações Unidas considera que o consumo diário de água por pessoa seja de 110 litros para atender as necessidades de consumo e higiene. Em Limeira, a média de consumo por habitante tem sido de 176 litros por dia.

 A lista completa de bairros que podem ter oscilações no abastecimento na noite desta sexta-feira, dia 02, e ao longo dos próximos dias está disponível no site da concessionária (www.brkambiental.com.br/limeira).

 Em caso de dúvidas, a população pode entrar em contato por meio do telefone 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários