Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 20 de outubro de 2020

Compartilhe

 Desde o dia do incêndio, a árvore passa por hidratação diária

 A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, tem feito monitoramento e tratamento intensivo em árvore centenária que foi incendiada no último dia 11, na Praça Coronel Flamínio Ferreira de Camargo, Centro. É uma figueira que faz parte da estrutura física da praça e da história de Limeira.

 Desde o dia da ocorrência, a árvore passa por hidratação diária. Ela ficou bastante desidratada e sofreu muitos danos.

 O diretor de Licenciamento, Fiscalização e Áreas Verdes, Rogério Mesquita, conta que o primeiro procedimento foi a estabilização. No primeiro dia, foram lançados 6 mil litros de água, até a árvore demonstrar que já tinha absorvido tudo o que precisava no momento para resfriar. A água utilizada é de reuso.

 Desde então, todos os dias a hidratação da figueira exige até 2 mil litros de água. O diretor diz que isto será necessário até o período chuvoso.

 Além da hidratação diária, a árvore também recebeu adubação e superfosfato simples, além de macro e micronutrientes. Também foi feita uma poda de retirada de tecido morto para estimular novas brotações.

 Nesta segunda-feira (19), o diretor esteve no local para uma avaliação geral da figueira e diz estar esperançoso. No dia seguinte ao incêndio, as folhas estavam murchas e, ontem, ele diz que estavam hidratadas. Na copa geral, porém, há folhas secas, o que preocupa um pouco.

 O monitoramento será contínuo até a revitalização total da figueira. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários