Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 12 de novembro de 2020

Compartilhe

 A testagem será aberta a toda população, mas os interessados precisam estar com máscara e munidos de documentos de identificação

 A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Saúde, lança no próximo dia 1º a campanha “Dezembro Vermelho – Fique Sabendo 2020”, dedicada à conscientização e prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). A data escolhida para o início da campanha coincide com o Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

 Como acontece em todos os anos, neste 1º de dezembro, haverá testagem rápida de HIV e sífilis na Praça Toledo de Barros, ao lado do coreto, das 9h às 12h. A testagem será aberta a toda população, mas os interessados precisam estar com máscara e munidos de documentos de identificação.

 Ao longo do mês, serão desenvolvidas outras atividades preventivas em diversos locais. O público-alvo da campanha 2020 são os jovens e adultos.

 A coordenadora do Serviço Especializado em Moléstias Infectocontagiosas de Limeira (Semil), Melissa Gachet Sugshi, ressalta que uma medida importante para impedir a propagação do vírus é a testagem sorológica. De acordo com o relatório da UNAids, programa da ONU dedicado ao combate ao HIV, milhões de pessoas em todo o mundo não sabem que estão contaminadas pelo HIV. “O teste é rápido e fácil, seguro e sigiloso. Em apenas 30 minutos a pessoa sabe o resultado”, afirmou.

 A DOENÇA

 A aids é uma doença causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Esse vírus ataca o sistema imunológico e destrói as células de defesa do organismo, tornando o indivíduo imunodeprimido e, assim, abrindo portas para infecções oportunistas.

 A transmissão do vírus HIV ocorre durante as relações sexuais vaginal, anal e oral sem o uso do preservativo, que oferece ampla proteção. Também ocorre no ato de usar uma seringa compartilhada; quando a gestante infectada não faz o pré-natal corretamente e pode passar para ao feto – transmissão vertical. “Devemos sempre nos lembrar que instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados, também podem transmitir doenças”, explica.

 DADOS

 Nos últimos cinco anos, o número de notificações apresentou variações em Limeira. Foram 64 novos casos de HIV em 2016; 41 em 2017, 56 em 2018 , 34 em 2019 e, neste ano, 39 casos. Atualmente, há 834 pessoas com HIV cadastradas no programa da farmácia.

 Do total de infectados registrados neste ano, três referem-se a pacientes de 15 a 19 anos; 19 estão na na faixa etária de 20 a 34 anos; 10 têm entre 35 e 49 anos e outros três, de 50 a 64 anos. A incidência e prevalência de casos novos continuam entre o público masculino: são 35 homens e quatro mulheres.

 Serviço:

 O Semil é o serviço de referência do município para HIV/AIDS, sífilis e hepatites virais.

 A sede fica na Rua Sergipe, 906, Vila Cláudia.

 O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30.

 Os exames devem ser agendados previamente pelos telefones 3442-4796 ou 3444-2020, por e-mail (saude.dst@limeira.sp.gov.br) ou pessoalmente. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários