Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 16 de novembro de 2020

Compartilhe

 Sob o tema “Vidas Negras Importam”, questões de saúde pública ligadas à população negra serão debatidas com participação de especialistas

 A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promove a partir desta segunda-feira (16), uma programação inédita com eventos online e presenciais para estimular o debate sobre a saúde da população negra e o SUS (Sistema Único de Saúde).

 Chamada de “Saúde – Vidas Negras Importam”, a programação faz foi organizada em celebração ao Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro).

 Os eventos online contarão com servidores públicos, que também são ativistas, além de estudiosos e pesquisadores que irão debater temas variados, que vão desde a desconstrução do racismo e promoção da igualdade racial até a importância da autodeclaração racial para inquérito epidemiológico (confira abaixo programação completa).

 Com o tema “Qual a sua Cor? – Importância do Quesito Raça-Cor nas Informações de Saúde”, a palestra inaugural terá como convidada a médica Naila Janilde Seabra Santos, do Centro de Referência e Treinamento CRT/Aids-SP, serviço da Secretaria que tem sido considerado um bom modelo na prática do preenchimento de dados dos usuários do SUS que contribuem para pesquisas epidemiológicas sobre a saúde do negro.

 Ao todo a semana contemplará seis eventos online, cinco ações presenciais em hospitais e uma exposição de fotos.

 No dia 20, o próprio secretário Jean Gorinchteyn conduzirá uma live em que abordará a situação do negro na pandemia de COVID-19 e os riscos desta população. “Queremos marcar esta data, promovendo a valorização da diversidade étnico-racial, a qualificação da assistência médica e a discussão sobre doenças crônicas comuns entre a população negra, como o diabetes e a hipertensão, que acabaram expondo ainda mais esta população às complicações da COVID-19”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

 O Secretário terá como convidada a pesquisadora Márcia Pereira Alves dos Santos, especialista em anemia falciforme, outra doença comum entre a população negra. Santos é da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e integrante do Grupo Técnico Racismo e Saúde da Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva).

 Confira a programação completa:

 16/11 (segunda-feira), das 14h às 16h

 Webinar (seminário online): “Qual a sua Cor?” – Importância do quesito raça-cor nas informações de saúde

 Para participar: https://www.youtube.com/channel/UC04bxzJ3IyLH-G_h0olHvHw

 Escopo: descrever o modelo de implantação do quesito raça-cor na assistência do Centro de Referência e Tratamento em IST e Aids, compartilhando experiência para a rede sobre a importância dessas informações como dados epidemiológicos

 Público-alvo: recepcionistas, pessoas responsáveis pelo cadastro do paciente), chefias, gerentes e técnicos de sistemas de informação, profissionais dos serviços de saúde, lideranças de movimento negro, ativistas, usuários do SUS, conselheiros do Conselho Estadual e Conselhos Municipais de Saúde

 Coordenador: Dr. José Dinio Vaz Mendes – Coordenadoria de Planejamento de Saúde – SES.

 Convidada: Dra. Naila Janilde Seabra Santos – Médica do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS da Coordenadoria de

 Controle de Doenças, Mestra e Doutora em epidemiologia pela Faculdade de Saúde Pública da USP

 17/11 (terça-feira), das 11h às 12h

 Webinar (seminário online): “Racismo e Trabalho”

 Para participar: youtube.com/eadses

 Escopo: balanço analítico, a partir de um breve histórico desde a escravidão até os tempos atuais, sobre a saúde do trabalhador e as relações de trabalho.

 Público-alvo: trabalhadores da área de saúde

 Coordenadora: Prof. Ms. Aparecida Novaes – Coordenadora da Coordenadoria de Recursos Humanos – SES (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo)

 Convidadas/os: Profa. Dra. Cida Bento – Diretora-Executiva do CEERT (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades). Doutora em Psicologia pela USP e Colunista da Folha de S. Paulo

 Convidado: Prof. Dr. Ivair Augusto Alves dos Santos – Executivo Público – Divisão Técnica de Vigilância Sanitária do Trabalho-Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (DVST-CEREST) do CVE-CCD / SES. Doutor em Sociologia pela UnB

 19/11 (quinta-feira), das 14h às 16h

 Webinar (seminário online): “Agravos em Saúde da População Negra” – perfil epidemiológico

 Para participar: https://www.youtube.com/channel/UC04bxzJ3IyLH-G_h0olHvHw

 Escopo: apresentar aos participantes as doenças prevalentes na população negra em função das condições sociais, condições de acesso a serviços e qualidade da atenção e por questões genéticas, com especial atenção a Hipertensão e Diabetes.

 Público-alvo: gestores, profissionais de saúde, lideranças de movimento negro, conselheiros do Conselho Estadual e Conselhos Municipais de Saúde, ativistas e lideranças de movimentos negros.

 Coordenador: Dr. Luís Eduardo Batista, pesquisador científico da Coordenadoria de Controle de Doenças

 Convidada: Dra. Telma de Cassia dos Santos Nery – Médica com especialização em Medicina do Trabalho, atualmente médica sanitarista na Divisão de Pneumologia do Instituto do Coração Incor/Faculdade de Medicina/USP.

 Convidado: Dr. Sérgio Francisco Luiz – Médico Cardiologista e Ativista.

 20/11 (quinta-feira), das 14h às 15h30

 Live: “Saúde – Vidas Negras Importam” com o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn

 Acesso: https://www.youtube.com/channel/UC04bxzJ3IyLH-G_h0olHvHw

 Público-alvo: gestores, profissionais de saúde, lideranças de movimento negro, conselheiros do Conselho Estadual e Conselhos Municipais de Saúde, ativistas e lideranças de movimentos negros

 Coordenador: Dr. Jean Carlo Gorinchteyn – Secretário de Estado da Saúde e médico infectologista da linha de frente no combate à covid-19 nos hospitais Emílio Ribas (SUS) e Albert Einstein

 Convidados: Profa. Dra. Márcia Pereira Alves dos Santos – especialista em anemia Falciforme da UFRJ e integrante do Grupo Técnico Racismo e Saúde da Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Coletiva)

 Luís Eduardo Batista, servidor de carreira do Centro de Controle de Doenças da Secretaria da Saúde e ativista

 20/11 (quinta-feira), a partir das 12h

 Exposição: “Saúde – Vidas Negras Importam”

 Escopo: abertura da exposição com cerca de 80 fotos de trabalhadores da SES (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo) e de negros notáveis da História

 Público-alvo: geral

 Local: hall de entrada prédio do prédio da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, localizado na Av. Dr. Arnaldo, 351 – bairro Cerqueira César, São Paulo.

 24/11 (terça-feira), das 9h30 às 12h

 Webinar (seminário online): ”Violência e População Negra”

 Acesso: https://www.youtube.com/channel/UC04bxzJ3IyLH-G_h0olHvHw

 Escopo: abordar o racismo estrutural como a violência e o impacto na assistência médica dessa população. Debater as atividades de educação permanente aos profissionais do sistema público de saúde visando descontruir manifestações racistas.

 Público-alvo: gestores e trabalhadores da saúde, Rede de Saúde do SUS SP em todos os níveis de complexidade, Secretaria de Desenvolvimento Social com os Cras e Creas, Ministério Público Estadual, Cosems, Conselheiros do Conselho Estadual da Saúde e Conselhos Municipais de Saúde, Conselho Estadual de Participação e Desenvolvimento da População Negra, Departamentos

 Regionais de Saúde DRS, Delegacia das Mulheres, Secretaria da Justiça

 Coordenadoras: Dra. Sylmara Berger Dell Zotto – Coordenadora do Grupo de Violência da Secretaria de Estado da Saúde de SP; e Enfermeira Lígia Maria Carvalho de Azevedo Soares – Coordenadora da Área Técnica Saúde da População Negra da Secretaria de Estado da Saúde de SP

 Convidadas/os: Prof. Ms. Emiliano Camargo (Instituto AMMA, Psique e Negritude); Prof. Dr. Alexandre da Silva – Universidade de São Paulo e Ativista; Prof. Ms. Denize Ornelas – Médica da Saúde da Família/Coletivo de Médicos e Medicas negras/NEGREX) e Ativista; Profa. Dra. Eunice Almeida – EACH-USP – Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo; Mário Augusto Vicente Malaquias – Coordenador do Centro de Apoio de Tutela Coletiva do MP SP e Coordenador do Enfrentamento ao Racismo MPSP

 25/11 (quarta-feira), das 14h às 17h

 Live: “Fórum Materno Infantil: Perspectivas Raciais para além das Questões de Ordem Biológica, para Mulheres e Crianças”

 Acesso: https://www.youtube.com/channel/UC04bxzJ3IyLH-G_h0olHvHw

 Escopo: debater a diversidade do estado, visando a elucidar as questões socioeconômicas, culturais, qualidade assistencial e acesso. Reforçar a premissa constitucional do SUS, que é universal e deve garantir assistência a qualquer cidadão.

 Público-alvo: profissionais da área da saúde, secretários municipais da saúde; gestores de maternidades, unidades neonatais, médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, agentes de saúde, articuladores de atenção básica, saúde da mulher e humanização, Departamento Regional de Saúde (DRS), interlocutor do município, farmacêutico, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas e fonoaudiólogos

 Coordenador: Prof. Dr. Luís Eduardo Batista – CCD / SES

 Convidadas/os: Prof. Ms Carlos Alberto Silva Junior – Advogado, especialista em direito público e Ativista; Prof. Ms Mônica Aurélia Bomfim dos Santos – Médica com atuação em Neonatologia na Rede Estadual de Saúde, membro do Conselho de Igualdade Racial de Osasco e Ativista).

 Atividades especiais em hospitais estaduais

 Hospitais estaduais localizados em diversos municípios também programaram ações especiais. No decorrer desta semana, servidores do interior de SP serão homenageados num mural comemorativo montado no CAIS (Centro de Atenção Integral à Saúde) “Clemente Ferreira”, localizado em Lins.

 Na capital, cartazes e folderes de conscientização foram preparados pelo Hospital Geral de Taipas, situado na zona Norte da cidade. No próprio dia 20, duas unidades do Alto Tietê tem atividades especiais: o Complexo Hospitalar Padre Bento, de Guarulhos, vai receber e exibir vídeos feitos pelos próprios profissionais negros da unidade.

 Já o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos tem um cardápio especial com alimentos de origem africana para compor o cardápio e projetará imagens com personalidades negras que contribuíram para a valorização da cultura africana e afro-brasileira. Painel especial de conscientização também será exibido no refeitório do Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha. (Da redação portal Notícia de Limeira)

 Imagem: Divulgação / Governo de SP


Compartilhe

Comentários

comentários