Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 17 de novembro de 2020

Compartilhe

 Para criar o filme, Munir Pedrosa retornou a Mariana em 2017 e reencontrou as mesmas pessoas que conversou na semana da tragédia

 O Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Proac Edital, apresentam entre os dias 19 e 26 de novembro o filme “Hotel Mariana”, peça que foi transformada em filme e conta as histórias dos sobreviventes da tragédia ocorrida em 2015, na cidade de Mariana (MG). O espetáculo aborda a história de Mariana, cinco anos após o crime ambiental, e traz relatos reais coletados uma semana após a tragédia, por Munir Pedrosa – idealizador e diretor do projeto -, traçando um panorama político, histórico e cultural do nosso país.

 Para criar o filme, Munir retornou a Mariana em 2017 e reencontrou as mesmas pessoas que conversou na semana da tragédia. No filme, os atores assumem os depoimentos de 2015 e as vítimas reais são reveladas com a narrativa inédita. O longa será exibido virtualmente, de forma gratuita, sempre às 20h, pelo Youtube, por meio do link https://youtube.com/channel/UCjiFn1SKqZz0J8kj_kX25Kg.

 OFICINA

 Além da exibição do filme, o projeto também prevê uma oficina sobre verbatim, gênero de teatro documentário usado no espetáculo e adaptado para o filme. As oficinas ocorrem entre os dias 27 e 30 de novembro, das 19h às 20h30, com inscrições gratuitas pelo e-mail: hotelmarianaofilme@gmail.com.

 O teatro verbatim é um tipo de teatro documentário que reproduz em cena as palavras exatas de pessoas reais gravadas em entrevistas sobre um determinado tema ou evento. Durante a apresentação, os atores reproduzem instantaneamente o que estão ouvindo em fones de ouvido com o objetivo de reproduzir os áudios da maneira mais fiel possível, atingindo um grau de autenticidade que se aproxime da natureza de cada entrevistado. A oficina ministrada por Munir Pedrosa e Herbert Bianchi, visa oferecer ferramentas para o aluno seguir de forma autônoma por meio de pesquisas e exercícios que podem levá-lo à criação do seu próprio espetáculo. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários