Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 2 de dezembro de 2020

Compartilhe

 Melissa Gachet Sugshi, explica que a sífilis pode ser tratada e curada, mas precisa ser identificada. Inicialmente, a doença não apresenta sintomas

 A importância da prevenção de infecções sexualmente transmissíveis é demonstrada pelo resultado dos testes rápidos aplicados nesta terça-feira (1), quando aconteceu a campanha “Dezembro Vermelho – Fique Sabendo 2020”, dedicada à conscientização na Praça Toledo Barros. Foi o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, mas além de testes de HIV também foram realizadas análises para identificar sífilis – infecção bacteriana transmitida por sexo sem uso de preservativo.

 A coordenadora do Serviço Especializado em Moléstias Infectocontagiosas de Limeira (Semil), Melissa Gachet Sugshi, explica que a sífilis pode ser tratada e curada, mas precisa ser identificada. Inicialmente, a doença não apresenta sintomas. A pessoa contaminada por sífilis muitas vezes busca atendimento médico apenas em fases mais avançadas, com aparecimento de feridas e outros sinais.

 Todas os cinco homens que testaram positivo para sífilis durante a campanha foram encaminhados para tratamento gratuito no próprio Semil.

 Todos os 50 testes de HIV realizados na praça central ontem foram negativos.

 DADOS

 Nos últimos cinco anos, o número de notificações apresentou variações em Limeira. Foram 64 novos casos de HIV em 2016; 41 em 2017, 56 em 2018 , 34 em 2019 e, neste ano, 39 casos. Atualmente, há 834 pessoas com HIV cadastradas no programa da farmácia.

 Do total de infectados registrados neste ano, três referem-se a pacientes de 15 a 19 anos; 19 estão na na faixa etária de 20 a 34 anos; 10 têm entre 35 e 49 anos e outros três, de 50 a 64 anos. A incidência e prevalência de casos novos continuam entre o público masculino: são 35 homens e quatro mulheres.

 CAMPANHA SEGUE

 A campanha Dezembro Vermelho – Fique Sabendo 2020 segue com a intensificação de testagem em todas as unidades de saúde. Melissa ressalta que é preciso agendar antes, e o contato pode ser por diversos meios através do próprio Semil: pelos telefones 3442-4796 ou 3444-2020, por e-mail (saude.dst@limeira.sp.gov.br) ou pessoalmente, na Rua Sergipe, 906, Vila Cláudia.

 O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários