Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 15 de dezembro de 2020

Compartilhe

 Em meio a pandemia, Prefeitura segue as medidas de segurança e promove entrega de certificados

 A cerimônia de colação é um dos momentos mais esperados pelos alunos no final do ano. Com a pandemia do coronavírus, muitos eventos foram cancelados ou remodelados para o virtual ou semipresencial. Para marcar a transição do Ensino Infantil para o Fundamental, a Secretaria de Educação de Cordeirópolis (SP) preparou uma solenidade diferente para os estudantes.

 Respeitando todas as orientações do Ministério da Saúde, cada Centro Infantil organizou a entrega dos certificados às crianças. Com horários marcados diferentes para cada turma e restrito apenas para os estudantes e seus pais. Conforme combinado, os alunos passaram em frente à entrada da escola e retiraram o seu “diplominha” do Ensino Infantil. Outro ponto forte dessa ação que emocionou todos, foi a entrega na zona rural, pois o momento da formatura também não poderia ficar em branco. Este momento mágico e colorido chegou até a casa dos estudantes.

 Presente nas formaturas dos sete CEIs, a secretária de Educação, Angelita Ortolan, comentou que a emoção tomou conta de todos, envolvendo os cuidados dos pais e dos professores. “Foi muito bonito, emocionante e superou as expectativas. Os formandos, bem como seus familiares, saíram contentes com a organização”, salientou a secretária. “Com todos os percalços da pandemia, as restrições devido à covid-19, achei que esse sonho não poderia deixar de acontecer. Foi um momento muito especial, que será lembrado para sempre”.

 Muitas crianças viram sua professora pessoalmente pela última vez no mês de março e este foi nosso primeiro encontro desde o início da pandemia, explicou a coordenadora do Ensino Infantil, Francislene Rampo Fabbris. “Foi bastante gratificante ver que existem possibilidades de realizarmos encontros de forma segura. Nada será como antes, por isso a necessidade de nos ajustarmos na medida do possível. Desta forma, seja na escola, ou na zona rural onde fomos até a porta da casa dos estudantes, a emoção foi ímpar, levaremos para sempre este momento”, relatou a coordenadora. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários