Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 4 de janeiro de 2021

Compartilhe

 A BRK Ambiental destaca em seu balanço anual a redução do índice de perdas de água, que passou de 45%, antes da concessão, para os atuais 18,38%

 O município de Limeira fecha 2020 entre as cidades brasileiras mais pontuadas no Ranking do Saneamento realizado pelo Instituto Trata Brasil. Pioneira na concessão dos serviços de água e esgoto à iniciativa privada, a cidade conta, há 25 anos, com avanços progressivos em saneamento, garantindo os serviços universalizados, ou seja, com 100% de cobertura de água e de coleta e tratamento de esgoto em toda a área urbana do município. E, em 2020, mesmo num ano tão atípico diante de uma pandemia, os investimentos e a excelência na prestação dos serviços de água e esgoto despontam entre os principais resultados para o município.

 A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Limeira, destaca em seu balanço anual a redução do índice de perdas de água, que passou de 45%, antes da concessão, para os atuais 18,38% – um dos menores índices do país, de acordo com o Ranking do Saneamento 2020 do Instituto Trata Brasil. Na prática, a redução das perdas significa que 875 milhões de litros de água foram preservados, somente entre os anos 2018 e 2019.

 Essa redução é resultado do trabalho contínuo em gestão de perdas. Entre as principais ações executadas estão a substituição de redes de água – só em 2019 foram 5,5 quilômetros; a instalação de macromedidores, num total de 106 equipamentos instalados na cidade; e a implementação de novos equipamentos hidráulicos que equalizam a pressão na rede de distribuição de água.

 Outro destaque é para a universalização dos serviços de esgotamento sanitário; conquistada em 2010, quando todo o esgoto coletado da cidade também passou a ser tratado antes de ser devolvido aos rios. Uma medida com impactos positivos para o meio ambiente e para a saúde e qualidade de vida da população.

 Com a coleta e o tratamento de 100% do esgoto gerado em Limeira, esse trabalho evitou que, de janeiro a novembro de 2020, 16 bilhões de litros de esgoto fossem lançados sem tratamento nos rios e córregos do município.

 “Essa é uma conquista que impacta diretamente no cotidiano da população, uma vez que os sistemas de coleta e tratamento de esgoto são fundamentais para, dentre diversos benefícios, prevenir a contaminação e transmissão de doenças”, explica Rogério Lima, gerente de operações da BRK Ambiental em Limeira.

 O compromisso da concessionária com o município tem mudado as condições dos córregos e rios da cidade. Após a obra de ampliação e modernização da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Tatu, a concessionária iniciou neste ano a operação de um sistema de tratamento em nível terciário, com remoções de matéria orgânica (95%) em uma vazão média de 650 l/s, o que representa 80% do esgoto coletado em Limeira.

 No total, R$ 120 milhões foram investidos nessa obra, que contribuiu para elevar a eficiência do tratamento de esgoto para 97,6%, somente no ribeirão Tatu. Isso significa devolver um efluente mais limpo para o manancial.

 “Ao atingirmos essa eficiência percebemos uma expressiva melhora na qualidade da água do ribeirão Tatu. O oxigênio dissolvido, parâmetro utilizado para verificar a possibilidade de vida no manancial, está acima de 5,0 mg/L no corpo d’água, passando a ter características de rio Classe II. Com isso, estamos contribuindo para o desenvolvimento da vida aquática e preservando e recuperando o meio ambiente no local”, explica Lima.

 Além disso, ao considerar a qualidade de todo o esgoto coletado e tratado no município de Limeira, nas três estações em operação – ETE Tatu, ETE Água da Serra e ETE Lopes, a atual eficiência média (96,4%) já é superior ao estabelecido pela legislação.

 Os avanços nos serviços de água e esgoto da cidade são frutos de investimentos que ultrapassam R$ 613 milhões nos anos de concessão, aplicados tanto na ampliações dos sistemas públicos de água e esgoto, visando atender o crescimento contínuo do município, quanto em modernizações e complementação dos serviços. E o trabalho não para por aqui. Nos próximos anos, a BRK Ambiental prevê a continuidade de investimentos no município.

 2020 EM NÚMEROS

 – Mais de 253 vazamentos não visíveis foram encontrados durante o trabalho de redução de perdas executado na cidade. Estima-se que, com isso, mais de 112 milhões de litros de água foram preservados.

– 5.210 análises laboratoriais foram realizadas durante o ano num trabalho de monitoramento em 68 pontos de rios e córregos da cidade.

 – Neste ano, foram recolhidas 193 toneladas de resíduos (lixo) do sistema de esgoto da cidade.

 – Mais de 191 mil metros de redes de esgoto foram limpas preventivamente. Com isso, em 2020, Limeira reduziu em 12% a quantidade de obstrução de redes e ligações, comparado ao mesmo período de 2019.

 Para a BRK Ambiental – que em razão da Covid-19 também adotou uma série de novas medidas e procedimentos de segurança e prevenção junto aos seus funcionários para garantir a continuidade da prestação do serviço essencial ao município em 2020 – o ano, apesar de desafiador nas áreas social, econômica, científica e outras, também motivou a tornar seus serviços ainda mais reconhecidos durante a pandemia. “Poucas vezes na história o mundo discutiu tanto sobre saúde e sobre o papel essencial do saneamento básico nesse contexto”, comenta Lima.

 O gerente de operações da concessionária conclui: “encerrar esse ano com resultados tão expressivos para o saneamento de Limeira demonstra que estamos no caminho certo e que devemos continuar trabalhando para transformar a vida das pessoas pelo saneamento”. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários