Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 8 de janeiro de 2021

Compartilhe

 Maria Alice respira com 10% de oxigênio pelo nariz e 90% pela traqueia e necessita de uma cirurgia para reconstrução da taqueia

Nascida prematura de 26 semanas, pesando apenas 675 gramas e com 33 centímetros, a pequena Maria Alice Guedes de Oliveira já pode ser considerada uma guerreira. Após seu nascimento, ela permaneceu por 8 meses e 10 dias entre a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e UTI Pediátrica da Santa Casa de Limeira.

Ela foi para casa após fazer um procedimento chamado traqueostomia e com um tanque de oxigênio, onde precisou se alimentar através de uma sonda. Por ter permanecido por muito tempo internada, Maria Alice teve algumas complicações como estenose, uma obstrução da região interna da traqueia. Hoje, ela respira com 10% de oxigênio pelo nariz e 90% pela traqueia, através de uma cânula de traqueostomia.

Segundo Francisco, pai de Maria Alice, a criança necessita de uma cirurgia para reconstrução da taqueia, que é feita somente em Campinas e São Paulo. Porém, o procedimento é caro e a família não tem condições de arcar com os custos. O valor total da cirurgia ficará em R$ 124.194,07, sendo R$ 75.744,07 de hospital, onde ela permanecerá internada de 5 a 7 dias, R$ 41.000,00 de médico e R$ 7.450,00 de exames.

Devido ao alto preço da cirurgia, Francisco está realizando uma campanha para conseguir angariar o valor necessário para o procedimento. Ele cuida dela sozinho com a ajuda de familiares. Até o momento ele conseguiu arrecadar R$ 92.000. Quem puder contribuir com qualquer quantia para ajudar Maria Alice, pode realizar depósito ou transferência no Banco Bradesco, agência 0151, conta poupança 1006531-3, no nome de Maria Alice Guedes de Oliveira, CPF 547.194.308-21. Quem precisar de mais informações pode entrar em contato com o pai da criança pelo número (19) 98710-7647. (Rafael Coelho)


Compartilhe

Comentários

comentários