Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 15 de janeiro de 2021

Compartilhe

 Nesta sexta-feira (15), o sensor localizado na Ponte Preta passou por manutenção

 Com a recorrência de chuvas em Limeira no início do ano, a Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil, realiza uma avaliação preventiva em pontos de alagamento do município. Nesta sexta-feira (15), o sensor localizado na Ponte Preta passou por manutenção. Quando a água atinge o sensor, um alerta sonoro e visual é emitido para que os motoristas não passem pelo local.

 Somente nas últimas 24 horas, Limeira registrou 58 mm de chuvas, o que coloca a cidade em estado de atenção, conforme monitoramento da Defesa Civil. Por isso, o encarregado operacional do órgão, Joaquim Correia, faz alerta. “Não jogue lixo ou entulho em córregos, para não obstruir a passagem da água e não construa próximo a córregos que possam inundar, nem em cima ou embaixo de barrancos que possam deslizar”, cita.

 Joaquim também lembra que, caso o nível de água suba além do normal, e há risco de deslizamento ou inundação, por exemplo, a orientação é para que as pessoas procurem um lugar seguro. “Além disso, os pais e responsáveis não devem deixar que as crianças brinquem em enxurradas ou em águas de córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou se contaminar, contraindo graves doenças”, afirma Correia.

 Hoje, são seis pontos monitorados constantemente pela Defesa Civil. Em 2017, eram 17, segundo o órgão. Além da Ponte Preta, outros locais com risco de alagamento ficam na rotatória da Av. Laranjeiras, dois pontos na Marginal Tatu e outros dois na Via Jurandyr Paixão. Na Marginal, a prefeitura iniciou em outubro de 2020 obras de melhoria no sistema de drenagem, o que vai reduzir significativamente os alagamentos.

 A população pode acionar a Defesa Civil de Limeira, 24 horas, pelos telefones 199, 153 (GCM) ou 3441-0103. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários