Por: Cauê Pixitelli | Publicado em 6 de março de 2021

Compartilhe

 Prefeito reconheceu que o hospital Humanitária que também atende a cidade está lotado e pediu a colaboração dos munícipes

 O prefeito de Engenheiro Coelho, Dr. Zeedivaldo Alves de Miranda, pediu a colaboração dos munícipes através de uma rede social neste sábado (06) para controle da doença na cidade. Zeedivaldo falou sobre o decreto da fase vermelha que segue o Estado de São Paulo. “Meus amigos de Engenheiro Coelho, o momento é difícil, hoje começamos um decreto da fase vermelha. Todos nós de Engenheiro Coelho temos uma referência de socorro emergencial, que é Limeira. Hoje a nossa referência, Humanitária, não tem leito. “, declarou o prefeito.

 Zeedivaldo ainda salientou que os casos no município devem aumentar. “Os leitos estão lotados. Nós temos pacientes lá nossos, na enfermaria, na UTI e nesses últimos momentos, nessas últimas horas, temos informações de que a contaminação em Engenheiro Coelho está aumentando e ficando preocupante.” O prefeito afirmou que a fase vermelha é necessária e pediu a colaboração dos comerciantes.

 “Hoje o nosso socorro que deveria ser para Limeira, está no sistema Cross. Nós corremos o risco de perder pessoas. O momento é sério. Não estou nem falando como médico, como prefeito e médico. O momento é difícil. O decreto exige uma atenção, uma seriedade de todos nós da cidade. Fizemos o decreto baseado no Estado de São Paulo e Limeira porque Limeira é nossa referência de emergência, de socorro, então nós estamos fazendo nossa parte.”, disse Zeedivaldo.

 Hoje (06) a Prefeitura de Limeira atualizou a ocupação de leitos na Unidade de Referência ao Coronavírus (URC). A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) encontra-se com 93,80% dos leitos ocupados e os leitos clínicos com 64,60% de ocupação.

 “Detectamos que nas últimas 48 horas a nossa contaminação vai dobrar. Estamos preocupados. Fique atento. Não facilite.” finalizou o prefeito de Engenheiro Coelho. (Cauê Pixitelli)

 Foto: reprodução Facebook


Compartilhe

Comentários

comentários