Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 27 de abril de 2021

Compartilhe

 O limeirense conquistou sua classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2021

 Com o objetivo de homenagear o nadador Guilherme Guido pela sua classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2021, o deputado estadual Murilo Félix (Podemos) propôs à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) um voto de congratulações ao atleta.

 O limeirense conquistou sua classificação na semana passada, dia 20 de abril. “Guilherme Guido tem uma trajetória de sucesso que inspira outras pessoas. É um orgulho para Limeira, para o Estado de São Paulo e para o Brasil e merecedor do nosso reconhecimento público e oficial, através da Alesp”, declara Murilo.

 O atleta já participou de duas olimpíadas e fará parte do grupo de atletas que representarão a natação brasileira nas em julho.

 O limeirense é considerado um dos maiores nadadores de nado costas da história do Brasil.

 TRAJETÓRIA

 Guilherme Augusto Guido nasceu em Limeira em 12 de fevereiro de 1987, começou a nadar aos cinco anos de idade por recomendação médica para combater bronquites, foi cadastrado na Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) em 28 de outubro de 1998 e atualmente representa o Esporte Clube Pinheiros.

 Na capital chegou à seleção principal tendo disputado em Indianápolis seu primeiro Campeonato Mundial de piscina curta e sido quarto colocado com o revezamento 4x100m medley. Conseguiu se classificar para os Jogos Olímpicos de Pequim-2008, onde nadou os 100m costas e o 4x100m medley.

 No fim da temporada de 2012 conquistou a medalha de bronze nos 100m costas no Campeonato Mundial de piscina curta em Istambul e dois anos depois voltou ao pódio do Mundial de curta com duas medalhas de ouro com os revezamentos 4x50m e 4x100m medley em Doha.

 Em 2015 superou seu recorde sul-americano nos 100m costas que vigorava desde a era dos trajes tecnológicos ao nadar para 53s08 e em 2016 foi finalista olímpico com o revezamento 4x100m medley no Rio e no Mundial de Budapeste em 2017, onde chegou a final dos 100m costas pela primeira vez.

 Repetiu o desempenho no Mundial de Gwangju-2019, onde foi de novo finalista nadando pela primeira vez abaixo de 53 segundos: 52s95. No Pan-Americano de Lima terminou os 100m costas com a prata e foi um dos destaques da inovadora International Swimming League (ISL).

 Fora das piscinas criou ao lado do educador físico Marcos Ruivo a metodologia de natação infantil Swim & Health e organiza anualmente um troféu que leva seu nome em Limeira para centena de crianças e adolescentes.

 Ao longo de sua trajetória esportiva, participou de cerca de 125 campeonatos internacionais e conquistou 28 medalhas de ouro, 15 de prata e 13 de bronze. Alcançou, também, 26 recordes sul-americanos, 21 recordes nacionais e 73 recordes em campeonatos. (Da redação portal Notícia de Limeira)

 Imagem: Divulgação / Guilherme Guido


Compartilhe

Comentários

comentários