Por: Redação Notícia de Limeira | Publicado em 23 de agosto de 2021

Compartilhe

 O local abrigava cerca de 16 pessoas que foram encaminhadas aos seus familiares

 Uma força-tarefa entre a Vigilância Sanitária, Guarda Civil Municipal (GCM), Ministério Público (MP) e Polícia Civil (PC) interditou nesta segunda-feira (23) uma clínica para dependentes químicos que atendia de forma irregular, em uma chácara na região do Bairro Barro Preto, na zona rural de Cordeirópolis. Segundo informações dos agentes, o local funcionava como unidade terapêutica e abrigava cerca de 16 pessoas. Todas elas foram submetidas a exames médicos e testes para detecção de Covid-19, onde todas testaram negativo.

 Os pacientes foram encaminhados aos seus familiares por meio da Secretaria da Mulher e Assistência Social de Cordeirópolis. O proprietário da clínica, que é morador de Limeira, foi orientado sobre os procedimentos legais para regularizar o espaço. O imóvel foi interditado pela Vigilância Sanitária e a ocorrência foi apresentada pela GCM na delegacia de Cordeirópolis, onde a Polícia Civil irá investigar o caso. (Rafael Coelho)


Compartilhe

Comentários

comentários