Por: Redação NL | Publicado em 14 de setembro de 2021

Compartilhe

 O investimento da Prefeitura de Limeira foi de R$ 1,5 milhão

 Dando continuidade às ações para marcar os 195 anos de Limeira, o prefeito Mario Botion e a vice-prefeita Erika Tank entregaram nesta terça-feira (14), as obras de implantação da travessia fluvial e da galeria de águas pluviais do Jd. São Lourenço e do Conj. Res. Manoel Simão Barros Levy. A intervenção também possibilitou a ligação viária entre os bairros, facilitando a vida de todos os moradores da região. O investimento da Prefeitura de Limeira foi de R$ 1,5 milhão – valor financiado pela Caixa Econômica Federal (Finisa). Participaram da cerimônia, o presidente da Câmara Municipal, Lemão da Jeová Rafá, os vereadores Ju Negão, Lu Bogo e Ceará, o secretário de Obras e Serviços Públicos, Dagoberto Guidi, a presidente do Ceprosom, Aucélia Damaceno, além de líderes comunitários.

 Botion destacou que a ação atende a uma demanda antiga dos moradores, que enfrentavam problemas como a crescente erosão no local, o mato alto e a falta de acessibilidade. “Além de revitalizar uma área que estava degradada, essa obra permite a mobilidade entre esses dois bairros, desafogando o trânsito em outras vias da região.” frisou.

 A erosão era ocasionada pela falta de sistema de drenagem da água das chuvas próximo ao Ribeirão Lagoa Nova, que marca a divisa entre o São Lourenço e o São Simão. Para tanto, houve a construção de galerias de águas pluviais, com a instalação de tubos de concreto e de aduelas. O ribeirão também passou por processo de desassoreamento. Os trabalhos na região começaram em agosto de 2020 e foram concluídos em julho deste ano. A execução coube a uma empresa licitada.

 Erika Tank comentou os impactos à qualidade de vida dos moradores, considerando-se que a edificação da travessia possibilitou a interligação das ruas José Medeiros e Alberto de Tolle. O local também recebeu o plantio de árvores e de grama, calçamento em todo o entorno, sinalização e iluminação. “Transformar a vida das pessoas, essa é a tônica de toda a administração Mario Botion. Parabéns por mais essa obra”, enfatizou a vice-prefeita.

 Já o presidente do Legislativo Municipal falou sobre a satisfação de constatar que ações essenciais à população, como a do Ribeirão Lagoa Nova, não pararam durante a pandemia. “Parabéns a todo o governo Botion por olhar para esse lado da cidade e resolver demandas que não foram atendidas em governos passados”, comentou Lemão da Jeová Rafá.

 A dona de casa Rosângela Aparecida de Jesus Zucolo, de 53 anos, que mora no Manoel Simão desde a criação do bairro, há 30 anos, confirma que os problemas com a erosão se arrastavam há mais de dez anos. Ela disse que uma ponte de madeira fazia a conexão entre os bairros. Porém as chuvas e a erosão destruíram a ponte, arrastaram as árvores e o mato tomou conta do local. Para chegar ao São Lourenço, os moradores passaram a dar a volta pelo Jd. do Lago, situação que gerava insatisfação e foi que motivo de “muita luta” da associação de moradores. “Agora ficou excelente”, afirmou.

 Outra moradora, Eunice Rocha, de 64 anos, também estava satisfeita com o resultado do projeto. “Moro aqui há 22 anos e essa obra melhorou muito nossa vida”, disse. Antes da intervenção, ela conta que havia muita lama quando chovia. Além disso, ela dava uma volta muito grande para chegar até a igreja que frequentava, no outro lado, no São Lourenço. “Eu ia com dois [pares de] sapatos”, disse, ao relembrar que trocava o calçado antes de entrar na igreja. Com todas as dificuldades, ela resolveu mudar de igreja, dando preferência a uma unidade mais próxima a sua casa, porém da mesma vertente, a Quadrangular. Com construção da travessia, já em abril, ela finalmente pode retornar à igreja original. “Agradeço por essa obra, ficou muito bom”, resumiu. (Da redação portal Notícia de Limeira)


Compartilhe

Comentários

comentários